Amanda Lyra
Quinta, 22 de outubro de 2015, 00:00 h - Atualizado em 22/10, 00:00 h

Cida Airam - Uma voz quente

Cantora potiguar radicada em Curitiba, traz na bagagem música com DNA próprio e personalidade definida através de diversas vivênc

Amanda Lyra:Cultura
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Mais de 3 mil quilômetros separam Natal de Curitiba. Ambos os lugares, apesar dos contrastes e peculiaridades de clima, costumes e cultura, convivem harmoniosamente em Cida Airam.

Da terra natal, a cantora e compositora potiguar traz, além do calor, características que marcam o povo nordestino: coragem, ousadia e persistência. Do sul, onde vive há uma década, solidificou as escolhas de interpretação, avalizadas pela consistência da trajetória na música e pela capacidade de resistência dada pelas baixas temperaturas de Curitiba.

Fora do Brasil, conseguiu vivenciar linguagens que lhe inspiraram e lhe abriram a mente para o fazer artístico. Assim sendo, a experiência de shows em Barcelona e Galícia foram determinantes para a consolidação de sua personalidade musical.

Em Curitiba (PR), integra, desde 2005, o tradicional grupo "Vocal Brasileirão", que participa em paralelo à carreira solo, construída a partir de shows com temáticas definidas, além de parcerias com os mais diversos artistas curitibanos, nascidos ou que moram no Paraná. Também é professora de música no ensino regular, estudante de Licenciatura em música na FAP/UNESPAR e professora de canto popular.

Em 23 anos de trajetória, o trabalho de Cida é marcado pela fusão de ritmos aparentemente díspares, sonoridade regional com sotaque universal e o calor de uma cantora que sabe a temperatura certa para cada canção.

 

 

Foto: Divulgação.

"Prazer. Sou Cida Airam. Já morri de morte matada e de morte morrida. Mas aqui tô eu de novo pra cantar uma nova Cida", assim Cida Airam descreve sua estreia em disco, batizada com o nome adotado a partir de 1990, numa busca pela liberdade que conseguiu cantando. Segundo ela: "Para o primeiro CD, aos 40 anos, melhor se apresentar direito."

 

Composto por quatro músicas autorais e nove de compositores diversos, o álbum foi gravado em 2015, na produtora Gramofone, com Luís Otávio como arranjador: "gravar um disco é deixar registrado fases de uma vida musical. O tempo que estou em Curitiba me fez amadurecer vocalmente e experimentar outros repertórios e jeitos de interpretar."

Para que este trabalho tomasse a forma desejada, um personagem foi fundamental: "Luís Otávio, o arranjador e produtor do disco, surgiu num momento meu de transição para a vida materna, mas mesmo assim conseguimos realizar algumas apresentações musicais com o repertório que iria para o CD. Já vimos o que funcionaria ou não."

 

Foto: Divulgação.

Os polos opostos, reunidos neste álbum (Nordeste e Sul), ganham coesão através da voz desta cantora e compositora potiguar, o que justifica a inclusão de canções de diferentes naturalidades, mas que aqui, convivem harmoniosamente. 

Por fim, a tônica deste disco é unir regiões, sintetizá-las a partir de um denominador comum: “Cida Airam”, portanto, trata-se de um trabalho que une raízes nordestinas e a vivência sulista, ou seja, um duelo amistoso entre o seco do sertão, abundante de luz solar, e o seco dos galhos do inverno cinza curitibano.

 

Colaborador:  Arthur Vilhena 

 



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Amanda Lyra

Amanda Lyra

Clave do som


Gustavo Siqueira

Gustavo Siqueira

Santa catarina Em Foco




Mais lidas
Clube Mulheres de Sucesso Araucária: Taís Cristina Araújo Nascimento

Obra prima

Obra prima

Itens de coleção são os grandes destaques de projeto com releitura de visual clássico


Esbanjando diversidade, Subtropikal anuncia 4ª edição em Curitiba

Esbanjando diversidade, Subtropikal anuncia 4ª edição em Curitiba

Um dos maiores festivais de criatividade do Brasil será realizado entre os dias 03 e 10 de agosto, com dezenas de atividades e convidados de


Siba vem a Curitiba para show no Paiol

Siba vem a Curitiba para show no Paiol

Artista pernambucano é atração do projeto Brasis no Paiol no dia 11 de julho.


Mostra Paranaense de Dança chega à sua grande final

Mostra Paranaense de Dança chega à sua grande final

Espetáculos de gêneros variados acontecem no Guairão e Memorial de Curitiba recebe o projeto Palco Alternativo


Raí Giovani realizará show no Teatro SESI na próxima quarta-feira (26)

Raí Giovani realizará show no Teatro SESI na próxima quarta-feira (26)

A Secretaria de Cultura de São José dos Pinhais, em parceria com o SESI, disponibiliza toda quarta-feira o Teatro para apresentações dos artistas da cidade



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)