Aninha Pazinatto
Quinta, 25 de janeiro de 2018, 00:00 h - Atualizado em 25/01, 18:25 h

Terapia alternativa Reiki

Confira a coluna dessa semana




Foto: Divulgação.

Olá gente! Como vão?

 

Fugindo um pouco dos temas de moda, maquiagem e cosméticos... Gostaria de apresentar a terapia alternativa Reiki. Algumas pessoas já ouviram falar, mas se você não sabe nada a respeito... continue lendo! Acho que você vai se encantar.

Foto: Divulgação.

A prática do Reiki foi criada pelo monge budista japonês Mikao Usui, em 1922, fundamentando-se na crença que existe uma energia vital universal e manipulável através da imposição de mãos. Essa técnica proporciona um relaxamento do corpo e da mente que, segundo seus adeptos, também promove a cura. 

Deu pra entender? Bom, algumas pessoas não acreditam que nossas vidas/universo/mundo são regidas por energias, mas especificamente eu... acredito, e muito! Estou vivendo essa transformação energética em minha vida proporcionada pela terapia e sei que muitas pessoas já escutaram falar, mas nunca tiveram oportunidade de ir em algum terapeuta.

O Reiki (em minhas palavras) nada mais é do que uma transição de energia, uma ‘’cura energética’’. Quando não estamos mentalmente bem a nossa energia está alterada/desequilibrada e algum dos nossos chakras também. Assim o objetivo da terapia é manipular as energias para ‘’retirar’’ o que não nos faz bem e canalizar/equilibrar a energia boa para os chakras localizados em determinados locais do corpo.

Ta Ana, não entendi... qual a importância de equilibrar os chakras? A importância é que eles são centros energéticos dentro do corpo humano, distribuem a energia através de canais que nutre sistemas e órgãos.

 

Foto: Divulgação.

Por isso existem pessoas com algum chakra especifico desequilibrado que pode estar com algum problema de saúde e através do equilibro ocorre uma melhora!

 

Agora, falando da minha experiência com a terapia...

A convite de uma amiga, fui conhecer o Santuário vovó Benta localizado aqui em Curitiba/PR, o Reiki acontece todas as terças feiras e não custa NADA. Eles só pedem a doação de 1kg de alimento não perecível. E é ai que eu acho que entra a parte bonita da coisa... o terapeuta poder proporcionar essa ‘’cura’’ energética sem precisar cobrar. Não sei explicar, mas ao meu ponto de vista parece ser mais puro e honesto. (ah... um adendo, você precisa levar uma toalha de rosto para usar lá.)  

Chegando lá, primeiro é realizado uma pequena anamnese para saber o que você sente, os motivos para o tratamento e para as meninas explicarem para quem não sabe ao certo como tudo funciona.

Logo após, realizam o lava pés, na qual são retiradas e dissolvidas todas as energias densas e elementos negativos. Isso é feito nos pés, porque ali encontram-se os principais pontos da reflexologia e temos um chakra secundário que está localizado nas solas dos pés e sua finalidade principal é descarregar o excesso energético gerado no nosso dia a dia e assim, após essa limpeza através dele ocorre a absorção da energia de aterramento - que faz a gente se sentir enraizado e seguro.

Foto: Divulgação.

Esse estágio do lava pés leva em torno de 15-20 minutos e gente... eu chorei muito, muito, muito mesmo nessa etapa... E simplesmente não sei explicar o porquê, apenas as lagrimas iam caindo... é INEXPLICAVÉL, apenas passando pra entender.

Após essa limpeza, é então a hora de passar pelo Reiki em sí. Leva 20 minutos e ao mesmo tempo é associado a aromaterapia e a cromoterapia. Para a aromaterapia é colocado um tapa olhos com cheirinho e a cromoterapia conforme cada chakra é alterado as luzes do local.

 

Essa é a hora onde o terapeuta faz todo o equilíbrio da energia vital. E gente é impressionante o que sentimos. Tive bastante espasmos. E de novamente, não sei explicar o que era aquela ‘’coisa’’ passando pelo meu corpo, foram sensações muito fortes por 5 vezes. Minha amiga que estava comigo, chorou MUITO e ela só me falava que não sabia explicar o porquê do choro, mas que ele veio e ela precisava colocar aquilo pra fora.

Enfim gente... foi sensacional, estou contando para todas as minhas amigas, porque eu gostaria que todas pudessem um dia sentir isso. Mas agora me conta, você já passou por essa terapia? Tem vontade de conhecer? Se quiserem conhecer o Santuario da vovo Benta, ele fica localizado na Rua José Zgoda, 205, Bairro alto. É sentido o Vitta da BR. Qualquer dúvida podem me chamar. @aninhapazinatto.



Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Amanda Lyra

Amanda Lyra

Clave do som


Tacy de Campos

Tacy de Campos

Coluna Tacy de Campos




Mais lidas
Aspartame não se relaciona à perda de peso corporal

Aspartame não se relaciona à perda de peso corporal

O adoçante amplamente utilizado bloqueia enzima que se relaciona com emagrecimento e protege contra diabetes.


Segurança em Edifícios

Segurança em Edifícios

Destaque da Semana


Precisamos falar sobre Fake News

Precisamos falar sobre Fake News

A irresponsabilidade de disseminar boatos pela internet pode nos custar caro


Country Festival: evento acontece neste sábado (26)

Country Festival: evento acontece neste sábado (26)

Em sua 12º edição, o Country Festival chega com 12 atrações na Arena Expotrade, em 12 horas de shows


Pato Fu vem a Curitiba

Pato Fu vem a Curitiba

Após sete anos a banda mineira volta à capital paranaense com a turnê comemorativa aos 25 anos de carreira para um show inédito no palco do Guaira


Semana do Brincar será realizada em Pinhais

Semana do Brincar será realizada em Pinhais

As atividades são alusivas ao Dia Mundial do Brincar, comemorado no dia 28, que celebra o artigo 31º da Convenção sobre os Direitos da Crian



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.