Cel Costa Filho
Terça, 26 de agosto de 2014, 00:00 h - Atualizado em 26/08, 00:00 h

Cuidados ao fazer um seguro residencial

O que o seguro cobre em caso de um furto ou roubo na residência? O que ele exige para poder lhe pagar o valor assegurado? Confira as dicas

Cel Costa Filho:Curitiba
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Por Cel. Costa Filho*

Com a insegurança que está a cada dia mais sem controle, o Estado cada dia mais incapacitado de propiciar uma segurança digna para a população, as polícias com efetivos reduzidos e falta de infraestrutura para fazer uma investigação decente, apesar da boa vontade de seus integrantes, as pessoas que tem condições, sempre procuram fazer um seguro para proteger ser patrimônio e em particular os Seguros de Veículos e Seguros Residenciais, pois se tem algo que choca e causa muitos traumas é constatar que seu veículo foi roubado ou chegar em casa e perceber que tudo aquilo que foi obtido com muito esforço e sacrifício, foi roubado por um ou mais  marginais e que será provavelmente vendido a preços irrisórios ou trocado em muitos casos por drogas.

Mas antes de se fazer um seguro, nesse caso residencial, deve sempre se ter o cuidado de informar-se sobre o que o seguro cobre em caso de um furto ou roubo na residência e o que ele exige para poder lhe pagar o valor assegurado.

Por exemplo, joias, relógios e celulares não são cobertos pelo seguro por serem considerados acessórios.

No caso de eletrônicos tais como: televisores, computadores e vídeo games o ideal é ter as notas fiscais, manuais ou caixas, pois se não conseguir comprovar a compra ou a posse dos objetos roubados, com certeza irá ter um prejuízo ainda maior, pois independente de ter pagado o seguro, poderá não ter em sua totalidade o valor do seguro creditado para poder comprar o que lhe foi subtraído.

Ao fazer o seguro, verifique a viabilidade de fazer uma lista com todos os bens e os fotografe, mas veja se tal providencia em caso da falta de nota é aceito pela seguradora e se for faça com que isso conste no contrato que for assinar.

Apesar de ser menor a incidência do roubo de objetos maiores tais como geladeiras e fogões, os cuidados devem ser os mesmos.
Mas independente te fazer um seguro, nunca esqueça que prevenir é o melhor remédio e que um bom sistema de alarme com cerca elétrica e câmeras de monitoramento ajudam, porém, só será eficiente se todos os moradores criarem a rotina de sempre ao saírem ligarem o alarme, pois alarme desligado de nada adianta.

Para outras Dicas de Segurança acesse www.coronelcosta.com.br

*Cel. Costa Filho - Consultor de Segurança do SINDESP (Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado do Paraná); Chefe do COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar) – 190; Diretor de Logística da Polícia Militar e membro do Programa Estadual de Proteção a Testemunhas.



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Mulheres de Sucesso

Mulheres de Sucesso

Mulheres de Sucesso


Vera Rosa

Vera Rosa

Coluna Vera Rosa




Mais lidas
Inscrições para o PUC Night Run estão abertas

Inscrições para o PUC Night Run estão abertas

Evento faz parte das comemorações aos 60 anos da PUCPR


 Clube Mulheres de Sucesso Araucária: Arlete Sofia Chincoviaki

Lolla lança label para transmissão dos jogos da Seleção Brasileira

Lolla lança label para transmissão dos jogos da Seleção Brasileira

Considerado um dos grandes fenômenos da noite curitibana, o bar preparou atrações especiais para os curitibanos assistirem aos jogos da Copas América


Desenho realista tem curso no Solar do Rosário

Desenho realista tem curso no Solar do Rosário

Técnicas para desenvolver ilustrações que parecem fotografias são ensinadas no Ateliê Permanente de Desenho Realista com Grafite no Solar do Rosário.


Clube Mulheres de Sucesso Araucária: Graciele Galize Figuel

Museu Atílio Rocco SJP recebe a exposição “BABUSHKIM”

Museu Atílio Rocco SJP recebe a exposição “BABUSHKIM”

A Secretaria de Cultura de São José dos Pinhais promove a partir desta sexta-feira (14) a exposição “BABUSHKIM”, do artista plástico Eloir Jr., no Museu Municipal Atílio Rocco, com entrada gratuita.



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)