Cel Costa Filho
Terça, 29 de julho de 2014, 00:00 h - Atualizado em 29/07, 00:00 h

Democracia x Anarquia

Entenda essa comparação feita pelo Cel Costa Filho

Cel Costa Filho:Curitiba
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Democracia – É o governo do povo pelo povo e para o povo. Anarquia – Hoje é sinônimo de caos e posturas contrárias à ordem e as leis.

Porque essa comparação? Simplesmente porque a anarquia é o que mais presenciamos em nosso cotidiano. O Brasil é um dos países que mais “produz” leis, normas, portarias, regulamentos, etc..., porém, de que adiantam termos tantas “leis” se não há fiscalização e as mesmas não são colocadas em prática, quer seja por falta de estrutura, de vontade ou por interesses contrários dos que seriam prejudicados se as mesmas fossem aplicadas e cobradas.

É só olharmos para a Segurança Pública em nosso país. De nada adianta a população ficar cobrando aumento de efetivos nas policias, pois mesmo que aumentássemos em 1.000%, a criminalidade não teria uma redução muito impactante, pois nossa legislação hoje está direcionada para manter os marginais fora das cadeias.

Se a legislação existente tivesse menos brechas legais para estimular a impunidade, os policiais existentes com certeza deixariam nossa sociedade mais segura. Até a alguns anos atrás quando uma pessoa era presa, ela tinha vergonha e tentava ao máximo não se expor, mas hoje ao ser preso o marginal faz questão de aparecer, dar entrevista, pois quer ser “famoso” entre seus pares e como tem consciência de que em pouco tempo estará novamente livre, poderá aproveitar a “fama obtida com sua ação criminosa”.

A cada dia que passa os adolescentes e até crianças estão entrando mais cedo no mundo do crime e nada está sendo feito para corrigir essa tendência. Não há programas de acompanhamento e muito menos ações que visem demonstrar aos novos “marginais” que o crime não compensa, muito pelo contrário, todos os dias eles são estimulados a entrar no “mundo” da marginalidade, pois recebem informações da impunidade de seus amigos que cometeram crimes e mesmo que autuados em flagrante em poucas horas ou dias estão novamente livres para cometerem novos crimes.   

Os criminosos com mais de 18 anos a cada dia recrutam mais menores de idade para que em caso de prisão possam esses assumir principalmente o porte da arma que estiver com o grupo, os liberando assim de uma responsabilização penal e como a criança ou o adolescente tem um “tratamento” diferenciado serão apreendidos, pois nem presos podem ser, apenas apreendidos.

Não sou a favor do aumento das prisões, mas se fosse feito uma ação mais eficaz com o intuito de tentar demonstrar que o crime não compensa, certamente teríamos menos jovens reincidindo em ações delituosas.

É comum vermos nos noticiários adolescentes que já tiveram dezenas de apreensões e que são responsáveis por diversos crimes, inclusive homicídios e que continuam livres sem nenhum tipo de acompanhamento ou trabalho visando tirá-los desse “mundo da marginalidade”. Que futuro, podemos esperar se não investirmos na formação de nossos jovens? 

Estamos em um ano eleitoral e esse é o momento e a oportunidade que a sociedade tem para avaliar e reavaliar os seus candidatos e escolher pessoas sérias e competentes para nos representar e assim tentar mudar essa nossa triste realidade. Não adianta dizer que não vai votar, pois essa postura só irá facilitar a vida dos maus políticos. A sociedade tem que votar, mas com consciência e responsabilidade.  

Para acessar outros editoriais acesse www.coronelcosta.com.br



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Julio Borges

Julio Borges

Artes Marciais


Tacy de Campos

Tacy de Campos

Coluna Tacy de Campos




Mais lidas
Clássico de Frederico García Lorca estreia na 48ª. Mostra Multiartes C

Clássico de Frederico García Lorca estreia na 48ª. Mostra Multiartes C

Yerma é uma mulher que vive o drama de não poder conceber um filho.


V Conferência Municipal do Trabalho acontece neste sábado (29)

V Conferência Municipal do Trabalho acontece neste sábado (29)

As inscrições para participar do evento foram prorrogadas e podem ser feitas até sexta-feira (28/06).


 Titãs revivem disco acústico em turnê comemorativa

Titãs revivem disco acústico em turnê comemorativa

“O projeto Titãs Trio Acústico, que traz os três remanescentes originais Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Belloto, recria sucessos da banda.


Celular roubado

Celular roubado

Quem já não teve um celular roubado ou conhece alguém que já teve?


Estilo na ponta do dedo com Toke Joven Cabeleireiros e Estética

Estilo na ponta do dedo com Toke Joven Cabeleireiros e Estética

Saiba mais sobre os alongamentos em acrilfix que conquistaram as saojoseenses


Clube Mulheres de Sucesso Araucária:  VANESSA MASZALEK DE LIMA


Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)