Cel Costa Filho
Terça, 31 de janeiro de 2017, 00:00 h - Atualizado em 31/01, 00:00 h

E a "Festa" continua

Destaque da semana

Cel Costa Filho:Curitiba
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Começamos 2017, ano novo, mas as notícias são as mesmas, assaltos e explosões em Caixas Eletrônicos, e a tendência é esses assaltos continuarem, pois apesar do esforço da polícia, tanto da Polícia Militar como da Polícia Civil, o resultado final é muito pouco e quase imperceptível.

            A única mudança que a população percebe é que está cada dia mais difícil achar um Caixa Eletrônico para sacar dinheiro ou até mesmo pagar uma conta.

            Nos mercados então é raro achar um que ainda corra o risco de ter um caixa em seu estabelecimento, pois o medo de uma explosão os fez praticamente extinguir esse tipo de benefício que ofereciam aos seus clientes.

Postos de gasolina que sempre tinham um caixa para atender os clientes também “sumiram” com os mesmos, mas mesmo assim, ainda continuam vítimas dos criminosos e da mesma forma, após as 22:00h também ficou complicado para abastecer os veículos visto que a maioria fecha por medo dos constantes assaltos.

Farmácias que sempre ficavam abertas dia e noite, nã ficam mais e agora quem precisa comprar um remédio após as 22:00h tem que fazer uma verdadeira “via crucis” para achar uma aberta.

Infelizmente estamos regredindo no que até a pouco tempo era considerado uma coisa comum, que eram as facilidades e comodidades que o cidadão tinha durante as 24 horas do dia, e estamos cada vez mais trancados em casa, reféns do medo e da violência.

A polícia quando prende uma quadrilha que assalta e explode Caixas Eletrônicos dificilmente a justiça os mantém presos por muito tempo e logo estão soltos para praticarem outros assaltos.

Nossa legislação só tem ”mão de ferro” quando é para cobrar e punir o cidadão de bem, que trabalha e tem endereço fixo, pois o marginal que ninguém sabe onde ele mora, ao ser solto, some no mundo e ninguém mais o acha e seus crimes acabam ficando só nos registros policiais.

E o crime organizado está cada dia mais organizado, tanto é que vemos a falência do Estado ao presenciar, através de reportagens, a construção de uma cerca dividindo um presidio no Rio Grande Estado para permitir que essas facções controlem cada um o seu “território”. Uma vergonha isso.

E nunca esqueçam, prevenir é sempre o melhor remédio, e para ver outras matérias, acesse www.coronelcosta.com.br

 



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Amanda Lyra

Amanda Lyra

Clave do som


Gustavo Siqueira

Gustavo Siqueira

Santa catarina Em Foco




Mais lidas
Clube Mulheres de Sucesso Araucária: Taís Cristina Araújo Nascimento

Obra prima

Obra prima

Itens de coleção são os grandes destaques de projeto com releitura de visual clássico


Esbanjando diversidade, Subtropikal anuncia 4ª edição em Curitiba

Esbanjando diversidade, Subtropikal anuncia 4ª edição em Curitiba

Um dos maiores festivais de criatividade do Brasil será realizado entre os dias 03 e 10 de agosto, com dezenas de atividades e convidados de


Siba vem a Curitiba para show no Paiol

Siba vem a Curitiba para show no Paiol

Artista pernambucano é atração do projeto Brasis no Paiol no dia 11 de julho.


Mostra Paranaense de Dança chega à sua grande final

Mostra Paranaense de Dança chega à sua grande final

Espetáculos de gêneros variados acontecem no Guairão e Memorial de Curitiba recebe o projeto Palco Alternativo


Raí Giovani realizará show no Teatro SESI na próxima quarta-feira (26)

Raí Giovani realizará show no Teatro SESI na próxima quarta-feira (26)

A Secretaria de Cultura de São José dos Pinhais, em parceria com o SESI, disponibiliza toda quarta-feira o Teatro para apresentações dos artistas da cidade



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)