Cel Costa Filho
Terça, 25 de julho de 2017, 00:00 h - Atualizado em 25/07, 00:00 h

Porque o crime compensa?

Segurança em primeiro lugar

Cel Costa Filho:São José dos Pinhais
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Desde que nascemos nossos pais nos ensinaram que uma pessoa deve ser correta, decente e honesta.

            A grande maioria dos que receberam essa formação, são as pessoas de bem, que hoje fazem que nossa sociedade ainda consiga se manter como uma sociedade democrática.

            Mas algumas pessoas, que são uma pequena parcela da nossa sociedade, quer seja porque tenham sido mal-educadas pelos próprios pais e ou por pessoas que independente de terem sido bem-educados, mas que tem em sua índole a maldade dentro de si, estão tornando a vida dos bons cidadãos cada dia mais aterrorizante.

            Infelizmente não vemos nenhuma providencia por parte de nossos representantes legais para fazerem algo para que esses marginais possam ser controlados e se necessário presos e retirados das ruas, a não ser a cada quatro anos aparecerem para fazer mais e mais promessas que nunca são cumpridas.

            A alguns dias vi uma reportagem sobre um presídio no rio Grande do Sul, onde marginais livres, arremessavam celulares por cima dos muros para os marginais presos.

            A reportagem culpava a falta de segurança que não conseguia manter policiamento nas redondezas para impedir tais arremessos.

            Mas, a mesma reportagem mostrou a ação da PM pegando em flagrante dois jovens que tinham acabado de arremessar celulares para dentro do presídio.

            Se fossemos um país sério, o que aconteceria? Os dois seriam presos, autuados em flagrante e com certeza iriam fazem companhia para os marginais para quem tinham jogado os celulares.

            Mas como aqui é o Brasil, terra da tolerância e da impunidade, os dois jovens foram apenas identificados e liberados, pois é isso o que prevê a nossa legislação, e com certeza continuam no mundo do crime, agindo com toda a tranquilidade amparados por uma legislação que só sabe cobrar e ser rígida com o cidadão de bem.

            Enquanto ficarmos apenas reclamando da polícia, mas não cobrarmos realmente de quem deve ser cobrado, nada irá mudar e em nosso país, infelizmente comprovaremos que, O CRIME COMPENSA.

Para tirar dúvidas mande um e-mail para coronelcosta181@gmail.com



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Mulheres de Sucesso

Mulheres de Sucesso

Mulheres de Sucesso


Vera Rosa

Vera Rosa

Coluna Vera Rosa




Mais lidas
Fernando & Sorocaba trazem turnê “O Chamado da Floresta” a Curitiba

Fernando & Sorocaba trazem turnê “O Chamado da Floresta” a Curitiba

Apresentação acontece no dia 23 de agosto, sexta, na Live Curitiba. Os ingressos estão à venda


SESC oferece programação cultural gratuita em São José dos Pinhais

SESC oferece programação cultural gratuita em São José dos Pinhais

O Sesc São José dos Pinhais está oferecendo uma programação cultural gratuita durante o mês de agosto. Confira as próximas atrações:


Blues e rock embalam domingo da Mercadoteca

Blues e rock embalam domingo da Mercadoteca

Clássicos do rock e do blues são destaque no repertório de João Avelino, músico que anima o domingo (18/8) da Mercadoteca.


Thiaguinho traz nova turnê a Curitiba

Thiaguinho traz nova turnê a Curitiba

Show acontece na Live Curitiba, no sábado, dia 24 de agosto. Os ingressos estão à venda


Com mais de 400 mil bolinhas, Parque Magic Unicorn chega a Curitiba

Com mais de 400 mil bolinhas, Parque Magic Unicorn chega a Curitiba

Atração conta com escorregadores, circuito de atividades e house slide


Cidade de São José dos pinhais terá curso de libras na Segunda (19)

Cidade de São José dos pinhais terá curso de libras na Segunda (19)

Departamento de Educação Especial, abre na próxima segunda-feira (19) inscrições para o Curso de Libras. As inscrições deverão ser feitas no Portal da Prefeitura de São José dos Pinhais



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)