Cel Costa Filho
Domingo, 28 de abril de 2019, 00:00 h - Atualizado em 28/04, 00:00 h

Será que temos segurança?

Segurança é o que todos queremos, mas será que temos?

Cel Costa Filho:Segurança
Autor: Redação
Foto: Divulgação

As estatísticas liberadas pela Secretaria de Segurança referentes ao ano de 2.108 demonstram que os crimes de Furtos consumados; Crimes contra o patrimônio, e Roubo diminuíram em 2018. E que as autuações por Tráfico de Drogas e Consumo de Drogas aumentaram.

Mas na pratica, o crime sempre tem uma grande correlação com as drogas. Grande percentual dos crimes são cometidos sob o efeito de drogas, ou para se conseguir dinheiro para comprá-la. E o aumento de crimes envolvendo drogas é sempre acompanhado pelos demais crimes.

E conversando com qualquer pessoa, a mesma conhece alguém que foi vítima de um marginal ou que a ela mesma foi a vítima.

E fazendo uma rápida pesquisa também se percebe a frustração das pessoas com relação a resposta da Segurança, quer seja ela através do 190 chamando a Polícia Militar quando está com uma reclamação, pedido de apoio ou de socorro, e após o crime, onde os Policiais demoram para chegar, e em muitos casos nem chegam, ao chegarem na Polícia Civil para registrar sua ocorrência, e se conseguir, pois a maioria fecha no período noturno e finais de semana para Registro do Boletim de  Ocorrências - BO, e após o Registro do BO, também sabem que é apenas para Registro e Estatística.

Não quero com isso dizer que os policiais não estão, ou não querem trabalhar, mas que eles não têm estrutura para dar conta da demanda, principalmente pela falta de efetivo.

Sabedores dessa dificuldade e da falta de efetivo para lhes dar uma resposta, a grande maioria das pessoas que é vítima da violência opta por não registrar a ocorrência, o que acaba por mascarar os índices e o que vemos é a diminuição dos crimes, mas na pratica, o que ocorre é o seu aumento.

E isso se comprova, pois, a prisão de traficantes e de usuários onde é automático o registro, pois os policiais registram tudo, enquanto que o cidadão que foi vítima, se não fizer o registro, o crime não existe para estatística.

Por isso se não puderem ir na delegacia, façam via internet através do endereço http://www.delegaciaeletronica.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=8

E nunca esqueçam, prevenir é sempre o melhor remédio, e para sugestões ou perguntas, encaminhem e-mail para coronelcosta181@gmail.com

 

 



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Amanda Lyra

Amanda Lyra

Clave do som


Gustavo Siqueira

Gustavo Siqueira

Santa catarina Em Foco




Mais lidas
Guitarrista Torcuato Mariano lança "Escola Brasileira", homenagem pelo

Guitarrista Torcuato Mariano lança "Escola Brasileira", homenagem pelo

Sexto álbum solo do instrumentista vai do samba-jazz à bossa nova e reúne convidados


Gabriel Louchard comanda “Ilusões - Festival Internacional de Mágicas”

Gabriel Louchard comanda “Ilusões - Festival Internacional de Mágicas”

O festival traz pela primeira vez ao Brasil grandes artistas do ilusionismo


Motor Blues Festival acontece de 2 a 4 de agosto com 19 shows

Motor Blues Festival acontece de 2 a 4 de agosto com 19 shows

Ao longo dos três dias, três palcos revezam as melhores bandas de blues da cidade tocando as várias vertentes do estilo musical


Marcio Karpinski é empossado presidente do Rotary Afonso Pena

Brasileiros embarcam para Mundial de Muaythai

Brasileiros embarcam para Mundial de Muaythai

Nessa semana embarcam para Bangkok,Tailândia os atletas classificados para o maior campeonato mundial de Muaythai pela IFMA.


Peita lança campanha “Rime como uma garota”

Peita lança campanha “Rime como uma garota”

O intuito da marca-protesto Peita é oferecer ferramentas de enfrentamento para mulheres lutarem contra as opressões diárias



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)