Jorge Marcondes
Sexta, 16 de março de 2018, 00:00 h - Atualizado em 16/03, 09:05 h

Cervejarias X Região

Vamos começar o ano de 2018 trazendo algumas informações importantes do cenário cervejeiro nacional.

Jorge Marcondes:De Bem com a Vida
Autor: Jorge Luiz Marcondes
O conteúdo desta matéria é de total responsabilidade do autor.
Foto: Divulgação.

O ano de 2017 chegou ao seu final com crescimento no mercado cervejeiro nacional e agora começam as surgir os dados que mostram o panorama brasileiro. Um dos primeiros estudos refere-se ao ANUÁRIO DA CERVEJA NO BRASIL, mostrando os dados existentes do Ministério da Agricultura, Pecuária e a Abastecimento (MAPA), cujos autores são:

Carlos Vitor Müller: Auditor Fiscal Federal Agropecuário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eng. Agrônomo, Mestre Cervejeiro VLB-Berlim e mestrando do programa de pós-graduação de tecnologias químicas e biológicas na UnB;

Eduardo Fernandes Marcusso: Geógrafo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Coordenação Geral de Vinhos e Bebidas, Sommelier de Cerveja e Doutorando do programa de pós-graduação de Geografia na UnB com o projeto intitulado “Os Territórios da Cerveja.

 

Assim, o número total de cervejarias legalmente instaladas no Brasil saiu de pouco mais de 100 cervejarias em 2010 e chegou ao número de 679 estabelecimentos registrados no MAPA no final de 2017. Tais fatos confirmam a manutenção da tendência de ampliação do número de cervejarias e, consequentemente, de produtos. Em 2017 o total de produtos registrados, entre cervejas e chopes, chegou a 8903.

 

É importante fazer um adendo aqui, pois para a legislação brasileira o Chopp e a cerveja são produtos distintos e, desta maneira, registrados individualmente no MAPA. A distinção se dá devido aos processos de conservação da bebida, sendo chamada de Chopp a cerveja que não se submeteu ao processo de pasteurização, conforme indica o inciso III do art. 37 do Decreto 6.871/2009:

 

“Art. 37. Das características de identidade da cerveja deverá ser observado o seguinte:

(...)

III - a cerveja deverá ser estabilizada biologicamente por processo físico apropriado, podendo ser denominada de Chope ou Chopp a cerveja não submetida a processo de pasteurização para o envase;”

 

É importante ressaltar aqui, que em vários aspectos existe a carência de informações mais detalhadas e segmentadas. Alguns destes aspectos já foram levantados através do trabalho de Eduardo Fernandes Marcusso e Carlos Vitor Müller, intitulado “A cerveja no brasil: O ministério da agriculta informando e esclarecendo (Ministério da Agricultura, 2017. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/inspecao/produtos-vegetal/pastapublicacoes-

DIPOV/a-cerveja-no-brasil-28-08.pdf).

 

Outra informação importante é que as chamadas cervejarias “ciganas”, que apesar de serem empresas legalmente constituídas, não possuem uma estrutura produtiva própria, portanto produzem suas cervejas em cervejarias terceirizadas e devidamente registradas no MAPA. Desta forma, estas cervejarias “Ciganas” não foram contabilizadas nos estudos.

 

Ainda, existem outros termos que são amplamente utilizados na área, mas que ainda não possuem uma definição legal. São, por exemplo, aqueles relacionados à cerveja especial, cerveja artesanal, cerveja gourmet, dentre outros, da mesma forma que não existe uma definição para microcervejaria, bem como entre cerveja artesanal e seus correlatos.

 

Então, nestes levantamentos de dados não há como se distinguir as cervejarias entre si, no que se refere ao seu porte ou às características de seus métodos de produção. Fatos estes, que não tiram o mérito dos estudos, mas deixam algumas indagações sem respostas, ainda!

 

Retornando aos dados conseguidos, a distribuição geográfica dos estabelecimentos mostra uma concentração maior nas regiões Sul e Sudeste. O estado do Rio Grande do Sul aparece com o maior número de cervejarias registradas (142), seguido por São Paulo (124), Minas Gerais (87), Santa Catarina (78), Paraná (67) e Rio de Janeiro (57).

 

No ranking nacional, a região Sul apresenta um total de 287 estabelecimentos e a Sudeste 279 estabelecimentos.

 

Outro destaque fica por conta da relação entre a população de cada estado e o número de cervejarias, o que pode ser chamado de densidade cervejeira, índice que procura evidencia a distribuição média de habitantes por cervejarias em cada estado.

Aqui o Rio Grande do Sul continua com o primeiro posto nacional, seguido de Santa Catarina e Paraná, mostrando que a região Sul também tem a melhor distribuição.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Portanto, de qualquer forma o MAPA contribui bastante com o acesso à informação sobre a atividade cervejeira nacional e acaba por esclarecer algumas das questões quanto a terminologias e definições que ainda não possuem marco legal.

 

Quem sabe em poucos anos consigamos ter também, informações sobre os produtores caseiros e as suas produções. Isso ajudaria a entendermos as movimentações do início ao final da carreira destes que, muitas das vezes, se transformam e donos das cervejarias registradas no MAPA.

 

Espero vocês entrem cada vez mais neste segmento, e mantenham a continuidade desta transformação do mercado.

 

Cheers!



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Julio Borges

Julio Borges

Artes Marciais


Tiomkim

Tiomkim

Coluna Tiomkim




Mais lidas
App ajuda futuras mamães a comprem artigos para bebês fora do país

App ajuda futuras mamães a comprem artigos para bebês fora do país

Mesmo com Dólar alto ainda vale a pena comprar fora do país; artigos para bebês e crianças podem ser até 80% mais baratos


Couto Pereira recebe jogo solidário com estrelas paranaenses

Couto Pereira recebe jogo solidário com estrelas paranaenses

Com renda destinada para a organização social TETO, a partida contará com nomes como Alex, Lúcio Flávio e Tcheco


Exposição “Elementos e Mobilidade” em exibição no Solar do Rosário

Exposição “Elementos e Mobilidade” em exibição no Solar do Rosário

A mostra permanece aberta para visitação até o dia 26 de julho.


Aeroporto Afonso Pena ganha espaço Break Travel Lounge

Aeroporto Afonso Pena ganha espaço Break Travel Lounge

Inauguração do Break Travel Lounge movimentou São José dos Pinhais


Thiago Lemes lança nova música sobre amor à distância

Thiago Lemes lança nova música sobre amor à distância

Ouça a canção "715" que foi lançada em comemoração ao dia dos namorados


Durante a Copa não permita que seu lado "torcedor" atrapalhe sua imagem profissional

Durante a Copa não permita que seu lado "torcedor" atrapalhe sua imagem profissional

Especialista dá dicas de comportamentos "saudáveis" para adotar agora que os jogos começaram



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)