Jorge Marcondes
Sexta, 26 de fevereiro de 2016, 00:00 h - Atualizado em 26/02, 00:00 h

No que pensar para melhor degustar?

Por Jorge Marcondes

Jorge Marcondes:Empresarial
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Já dei dicas anteriormente sobre a compra e a degustação de cervejas artesanais, mas acredito que agora seja a hora de relembrar algumas das dicas que podem ajudar a guiar você na escolha da cerveja a ser comprada e os detalhes para a sua posterior degustação, pensando que você precisa ter a melhor experiência possível de todas.

 

Sempre é interessante fazer cursos, como por exemplo o de Beer Sommelier, porém acredito que existem quatro outras opções que você deveria usar de imediato para entrar e se deliciar neste maravilhoso mundo. Então, vamos às opções iniciais:

1.       degustar sempre, e coisas diferentes – quanto mais degustar, melhor entenderá cada um dos estilos que existem, suas características e peculiaridades, percebendo os padrões existentes dentro de cada estilo;

2.       procurar um curso de introdução, mais genérico e básico, que te ajude a encontrar a linha mestra de conhecimento necessária para começar a entender os detalhes que envolvem o mundo da cerveja artesanal. Depois disso você decidirá qual caminho deseja seguir dali para a frente;

3.       participar do maior número de eventos de cervejas artesanais que conseguir, pois poderá conhecer cervejas que não consegue encontrar facilmente nos locais de venda. Também, poderá conhecer antecipadamente as novidades, inclusive com um preço mais acessível, além da possibilidade de encontrar pessoas que conhecem mais do assunto, para a troca de informações e experiências;

4.       participar de uma confraria, pois como é um grupo de pessoas com a mesma intenção, a troca de informações acontece de maneira bastante intensa. Além de também haver a possibilidade de existir no grupo alguém que entende mais do que você.

 

 

Devo consultar alguma fonte de informação?

Existem sites muito interessantes para se recorrer, como o Price Beer (www.pricebeer.com.br), o Rate Beer (www.ratebeer.com), o Beer Advocate (www.beeradvocate.com) e um que costumo consultar sempre, o brasileiro Brejas (www.brejas.com.br).  Não se acanhe em perguntar, mas cuidado com as pessoas que não sabem muita coisa e acabam por te confundir, prefira a ajuda de um Beer Sommelier quando existir. Outro detalhe importante, as notas tiradas por uma cerveja em uma avaliação são interessantes, mas procure ler as informações dos avaliadores referentes a aroma e sabor, observe se estão de acordo com o que você procura ou goste.

 

Cerveja cara é melhor?

Você deve procurar na cerveja, aquilo que lhe proporcione a melhor experiência gustativa possível. Cada pessoa desenvolve o próprio paladar, possui preferências e certos desejos. Muitas vezes a cerveja mais cara pode não ser do seu agrado, não combinar com o seu paladar. Apesar do preço dar a entender que a qualidade dos insumos usados é superior, a escolha deles pode não ser de acordo com seu paladar. Deixe as mais caras para quando você já entender melhor destas cervejas e tiver definido os estilos que mais lhe agradam, daí poderá procurar os melhores rótulos de cada estilo destes.

 

E o rótulo, ajuda na escolha?

Normalmente o rótulo é um bom chamariz para boa parte do público escolher uma cerveja, portanto é bastante comum haver nele muitas informações interessantes sobre a cerveja. Você encontrará nele, por exemplo, o nível de amargor (IBU), as percepções sensoriais como aroma e sabor, ingredientes, sugestões de harmonização e temperatura para servir, dentre outras. Portanto, leia o rótulo com bastante atenção!

 

 

Foto: Divulgação.

Vamos começar com a data de validade?

Existem estilos de cerveja que devem ser consumidos muito rapidamente, ou seja, frescos. Normalmente são estilos como as Vienna Lager, as Bohemian Pilsener, as India Pale Ale (IPA) ou as American Pale Ale (APA). Estes estilos sofrem mais com a ação do tempo, que faz com que algumas alterações ocorreram na cerveja. Para estes estilos existe um ditado que diz, "A melhor cerveja é bebida vendo a chaminé da fábrica" e serve bem, mas só para certos estilos.

 

Então posso guardar cerveja para beber bem depois?

Sim, existem alguns estilos de cerveja mais complexos, mais alcoólicos e que evoluem com o passar do tempo, como por exemplo as cervejas belgas, as Russian Imperial Stout (RIS), as Barley Wine e as Old Ale. No caso destas e algumas outras, quanto mais o tempo passar melhor elas ficam, mais equilibradas e interessantes. Se você tem paciência para guardar umas garrafas, o interessante é se preparar para fazer uma degustação vertical, ou seja, guardar a mesma cerveja de lotes e anos diferentes, pois quando as abrir, você certamente terá uma experiência muito interessante.

 

 

Foto: Divulgação.

As cervejas são sempre iguais?

Podem existir variações entre os lotes de cervejas por diversos motivos, como por exemplo, transporte, armazenamento ou temperatura inadequados. Se o motivo para você não gostar de uma cerveja foi algo muito ruim, como por exemplo um off flavour dos quais já escrevi anteriormente, dê uma segunda chance a esta cerveja, mas em um outro momento e outro lugar, para que você não corra o risco de fazer isso agora e a cerveja ser do mesmo lote que a anterior, e possivelmente com problema.

 

É interessante comprar cerveja com amigos?

Esta é uma opção muito interessante, pois além de ficar mais barato você passa a ter a possibilidade de experimentar muito mais cervejas. Esta é uma grande chance para você criar uma confraria, que normalmente refere-se a um grupo de pessoas com os mesmos interesses. As confrarias de cerveja artesanal servem para os membros do grupo degustem e estudem sobre cervejas artesanais, fatos que possibilitam uma troca interessante de percepções entre os membros do grupo, ou seja, permite que os confrades apreciem com mais consideração cada gole. Como curiosidade, os membros de uma confraria devem ser chamados de: confrade ouconfratelle quando homens; e consócia ou consorelle quando mulheres.

 

Se muita gente gostar de uma cerveja, devo gostar também?

Lembre-se que cada pessoa desenvolve o seu paladar ao longo do tempo, portanto nem sempre o que é bom para a maioria e para seus amigos, será agradável para você. Mas, você deve abrir a sua mente e procurar provar de tudo que chegar às suas mãos, um pouco. Isso o ajudará a desenvolver melhor o seu paladar e a entender certos detalhes de cada estilo ou cerveja. Costumo dizer que para poder criticar algo, você deve conhecer este algo. Muitas vezes o que nos parece ruim em um primeiro momento, pode ser uma grata surpresa, portanto se deixe passear por todos os sentidos quando degustar uma cerveja artesanal, não se prendendo somente a um deles.

 

O que devo fazer primeiro?

Sempre é interessante fazer cursos, como por exemplo o de Beer Sommelier. Porém, acredito que existem quatro outras opções que você deveria usar de imediato para entrar neste maravilhoso mundo da cerveja artesanal. Então, vamos falar um pouco de cada uma delas:

5.       degustar sempre, e coisas diferentes – quanto mais degustar, melhor entenderá cada um dos estilos que existem, suas características e peculiaridades. Poderá também, perceber os padrões existentes dentro de cada estilo. Lembre-se que existem limites inferior e superior em diversos elementos dentro de cada estilo, como por exemplo a quantidade de IBU’s, de álcool e a cor;

6.       Se deseja fazer um curso, comece procurando um de introdução, mais genérico e básico, que venha a te ajudar a encontrar a linha mestra de conhecimento necessária para começar a entender os detalhes que envolvem o mundo da cerveja artesanal. Depois de degustar muito e entender melhor este mundo, você poderá decidir qual caminho deseja seguir dali para a frente;

7.       participar do maior número de eventos cervejeiros que conseguir, pois poderá conhecer cervejas que não consegue encontrar facilmente nos locais de venda. Também, poderá conhecer antecipadamente as novidades, inclusive com um preço mais acessível, além de encontrar muitas pessoas que conhecem um tanto do assunto, que são interessantes para a troca de informações e experiências;

8.       participar de uma confraria, pois como é um grupo de pessoas com a mesma intenção, a troca de informações acontece de maneira bastante intensa. Além de haver a possibilidade de existir alguém que entende bem mais do que você.

 

 

 

Foto: Divulgação.

 

Como devo planejar as minhas degustações?

Primeiro comece pensando se vai degustar muitas cervejas de um estilo específico, como por exemplo a DoppelBock de várias cervejarias diferentes ou os vários estilos de uma única cervejaria. Eu recomendo que você comece por provar vários estilos diferentes até reconhecer aqueles estilos que melhor se adaptem ao seu paladar. Depois você poderá usar um destes estilos do seu agrado, para fazer uma degustação com cervejas de várias cervejarias diferentes, assim poderá perceber as diferenças que existem entre cada uma das cervejarias.

 

Para cada degustação, você deve colocar as amostras de cerveja em uma ordem (categorização). Então, para fazer isso você precisa saber todas as diferenças antes de ordenar cada cerveja, então coloca-las começando das mais fracas e simples até as mais fortes e complexas. É importante que você se lembre de beber água entre cada copo de cerveja degustada, inicialmente para manter a hidratação, mas também para limpar o paladar. Prepare também uns pãezinhos, bolachas, amendoim ou outro tira gosto qualquer, para também limpar o paladar, mas lembre-se que os petiscos não devem ser nada temperados, é fundamental que sejam neutros.

 

Para armazenar a cerveja, você também deve alguns cuidados para manter a qualidade das amostras. As garrafas devem ser armazenadas em um local que tenha a temperatura amena e pouca luz, mantendo todas na posição vertical. Lembre-se que a temperatura para degustar uma cerveja artesanal varia de acordo com o estilo. E, finalmente, um bom copo é imperativo para a melhor experiência degustativa, portanto providencie os copos corretos para cada estilo selecionado, lembrando que:

a.       você não deve lavar os copos com a mesma esponja que lavou a louça, pois a gordura é inimiga da espuma da cerveja, que é um dos elementos observados na degustação;

b.       você não deve usar um detergente que não seja neutro, bem como, deve se lembrar de enxaguar bem cada copo em água corrente;

c.       você não deve secar os copos com pano ou papel, pois estes deixam resíduos, então o melhor a se fazer é deixar os copos escorrendo;

d.       você não deve servir cerveja artesanal sem espuma, pois dois dedos de espuma ajudam a manter a temperatura da cerveja, além interferir nos aromas dela. A espuma serve também, para manter a carbonatação no copo.

 

Bom, espero que você venha a conhecer muitas e belas cervejas daqui para a frente. Que estas dicas lhe sirvam de inspiração para se aprofundar cada vez mais neste maravilhoso mundo das cervejas artesanais.

 

Para finalizar, gostaria de lembrar que está chegando a hora de um grande evento de cervejas artesanais no Brasil. Vem aí o Festival Brasileiro da Cerveja, que é realizado anualmente em Blumenau – SC. Nele acontece a reunião das principais cervejarias do país, que apresentam o que há de melhor em termos de sabor e aromas.

 

São mais de 600 rótulos para serem apreciados, além de gastronomia, shows e muita informação nas palestras.

 

O festival acontece de quarta-feira (9) a sexta-feira (11 de março), sempre das 19h à 1h, à exceção do sábado (12) que abre das 15h à 1h. Já a feira acontece de quarta-feira (9) a sexta-feira (11), das 14h às 21h no Parque Vila Germânica, em Blumenau.

 

Confira outros detalhes em http://festivaldacerveja.com/festival.

 

Se você tiver alguma crítica ou sugestão de tema para abordarmos, meu contato é:jorgemarcondes@donaherminia.com.br.

 

 

* Por Jorge Marcondes



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Mulheres de Sucesso

Mulheres de Sucesso

Mulheres de Sucesso


Vera Rosa

Vera Rosa

Coluna Vera Rosa




Mais lidas
Fernando & Sorocaba trazem turnê “O Chamado da Floresta” a Curitiba

Fernando & Sorocaba trazem turnê “O Chamado da Floresta” a Curitiba

Apresentação acontece no dia 23 de agosto, sexta, na Live Curitiba. Os ingressos estão à venda


SESC oferece programação cultural gratuita em São José dos Pinhais

SESC oferece programação cultural gratuita em São José dos Pinhais

O Sesc São José dos Pinhais está oferecendo uma programação cultural gratuita durante o mês de agosto. Confira as próximas atrações:


Blues e rock embalam domingo da Mercadoteca

Blues e rock embalam domingo da Mercadoteca

Clássicos do rock e do blues são destaque no repertório de João Avelino, músico que anima o domingo (18/8) da Mercadoteca.


Thiaguinho traz nova turnê a Curitiba

Thiaguinho traz nova turnê a Curitiba

Show acontece na Live Curitiba, no sábado, dia 24 de agosto. Os ingressos estão à venda


Com mais de 400 mil bolinhas, Parque Magic Unicorn chega a Curitiba

Com mais de 400 mil bolinhas, Parque Magic Unicorn chega a Curitiba

Atração conta com escorregadores, circuito de atividades e house slide


Cidade de São José dos pinhais terá curso de libras na Segunda (19)

Cidade de São José dos pinhais terá curso de libras na Segunda (19)

Departamento de Educação Especial, abre na próxima segunda-feira (19) inscrições para o Curso de Libras. As inscrições deverão ser feitas no Portal da Prefeitura de São José dos Pinhais



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)