Direito & Cidadania
Sexta, 03 de novembro de 2017, 00:00 h - Atualizado em 03/11, 00:00 h

Melhor um mal acordo do que uma boa demanda

Conciliar é dever do advogado


Direito & Cidadania : Cidades


Foto: Divulgação.

*Dr. Fabiano da Rosa

 

Muitas vezes o acordo não está 100% bom nem pra um lado, nem pra outro. Mesmo assim na grande maioria das vezes é melhor fazer um acordo, ainda que este não seja ótimo, do que persistir no litígio.

Persistir no litígio vai cobrar da parte o preço da angústia, da paciência e, por vezes, exigir importantes recursos financeiros. Angústia porque o conflito não resolvido gera ansiedade, stress, preocupação. Paciência porque o Poder Judiciário está congestionado e – por melhor que seja o time que esteja a cuidar do processo – ainda assim a tendência é que se ele seguir todas as fases previstas legalmente poderá demorar bastante e, a depender da matéria, talvez alguns anos em razão da possibilidade de interposição de recursos cabíveis. Conflito persistente é coisa cara. Será preciso pagar taxas judiciais, honorários, diligências, eventuais cálculos, retirar tempo da atividade da parte para comparecer a audiências (o que gera prejuízo) não se esquecendo que a atenção de especialistas - durante longo tempo – pode resultar numa conta cara.

Neste sentido é dever do advogado “estimular a conciliação entre os litigantes, prevenindo, sempre que possível, a instauração de litígios” (inc. VI, art. 2º, Código de Ética e Disciplina – OAB). Deve-se o Advogado estimular a conciliação e prevenir os litígios. É sabido que por vezes não há como conciliar, seja porque as expectativas sejam muito diferentes, seja porque não seja o melhor momento, seja por outro motivo mas, antes de se chegar a esta conclusão e dedicar os esforços ao combate, para o qual também deve estar o Advogado preparado, é devido empregar os melhores esforços no acordo. Antes da guerra, visando evitar o derramamento de sangue, agem os diplomatas. Acordar é preciso.

Fabiano da Rosa*  OAB/PR 26.862, é Especialista e Mestre em Direito e sócio do “Da Rosa, Leprevost e Mayer Advogados”





Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Coluna Conecte-se

Coluna Kids

Coluna Kids

Coluna Kids


Marcos Silva

Marcos Silva

Para ler, ver, ouvir e pensar




Mais lidas
Quedas na terceira idade podem ser mais do que acasos

Quedas na terceira idade podem ser mais do que acasos

Muito comum em idosos, a doença se torna clinicamente perceptível e suas consequências começam a incomodar no dia a dia


Câncer masculino: tratamento precoce faz toda a diferença

Câncer masculino: tratamento precoce faz toda a diferença

Medo, desconhecimento e o preconceito ainda afetam o cuidado com estas doenças


Ômega 3 pode ajudar a reduzir a TPM, mas é preciso ter critério

Ômega 3 pode ajudar a reduzir a TPM, mas é preciso ter critério

Estudos revelam que o consumo de cápsulas de óleo de peixe ajuda a aliviar os sintomas da síndrome. Especialistas orientam a preferir as cáp


Top de Marketing 2017: ADVB-PR anuncia finalistas e celebra recorde de inscritos

Top de Marketing 2017: ADVB-PR anuncia finalistas e celebra recorde de inscritos

Entidade analisou quase 50 cases este ano, com alto índice de qualidade


Festa do Morango 2017 em São José dos Pinhais

Festa do Morango 2017 em São José dos Pinhais

Tradicional festa acontece de 09 a 10 de dezembro


Exposição “Fragrâncias e Formas” encanta público

Exposição “Fragrâncias e Formas” encanta público

A exposição estará aberta até janeiro de 2017



Mais notícias deste colunista


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.