Direito & Cidadania
Sexta, 03 de fevereiro de 2017, 00:00 h - Atualizado em 03/02, 00:00 h

Os bancos com mais reclamações em 2016

Banco Central divulga ranking das instituições mais problemáticas no segundo semestre. Segurança e desinformação sobre serviços lideram as queixas


Direito & Cidadania : De Bem com a Vida


Foto: Divulgação.

O Bradesco foi o conglomerado que mais recebeu reclamações junto ao Banco Central (BC) no segundo semestre de 2016, segundo ranking divulgado pela instituição. A empresa foi alvo de 5.443 registros feitos pelos consumidores no período.

 

Caixa Econômica Federal, com 4.139 reclamações, e Santander, com 1.661, apareceram na sequência. Queixas referentes a irregularidades em segurança e privacidade, informações referentes aos serviços ou produtos e problemas com privacidade nos cartões de crédito estão entre os principais problemas reportados.

Na análise do BC, boa parte dos problemas com o Bradesco foram resultantes da fusão entre o banco e o HSBC, realizada em outubro, o que naturalmente gera aumento nas demandas e instabilidade durante o período de transição.

 “É uma questão conjuntural e, por mais que a instituição se preparasse para esse processo, houve problemas na integração que acabaram colocando o conglomerado financeiro na primeira posição do ranking semestral”, diz o chefe adjunto no Departamento de Atendimento Institucional (Deati) do BC, Carlos Eduardo Rodrigues.  “De acordo com dados preliminares de janeiro, o volume de reclamações contra o Bradesco já está retornando ao patamar observado antes do mês de outubro”, completou.

 O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações é acompanhado mensalmente pelo BC com base nas reclamações referentes às instituições financeiras que chegam à entidade. O número de reclamações contabilizadas considera apenas as queixas procedentes, isto é, em que o cliente tem razão de acordo com o que prevê a regulação do setor pelo BC.

 A partir delas, o BC compõem um índice em que, quanto mais alta a pontuação, maior foi o número de reclamações recebidas pela instituição.

 

O Bradesco foi o conglomerado que mais recebeu reclamações junto ao Banco Central (BC) no segundo semestre de 2016, segundo ranking divulgado pela instituição. A empresa foi alvo de 5.443 registros feitos pelos consumidores no período.

 

Caixa Econômica Federal, com 4.139 reclamações, e Santander, com 1.661, apareceram na sequência. Queixas referentes a irregularidades em segurança e privacidade, informações referentes aos serviços ou produtos e problemas com privacidade nos cartões de crédito estão entre os principais problemas reportados.

 

Na análise do BC, boa parte dos problemas com o Bradesco foram resultantes da fusão entre o banco e o HSBC, realizada em outubro, o que naturalmente gera aumento nas demandas e instabilidade durante o período de transição.

 

“É uma questão conjuntural e, por mais que a instituição se preparasse para esse processo, houve problemas na integração que acabaram colocando o conglomerado financeiro na primeira posição do ranking semestral”, diz o chefe adjunto no Departamento de Atendimento Institucional (Deati) do BC, Carlos Eduardo Rodrigues.  “De acordo com dados preliminares de janeiro, o volume de reclamações contra o Bradesco já está retornando ao patamar observado antes do mês de outubro”, completou.

 

O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações é acompanhado mensalmente pelo BC com base nas reclamações referentes às instituições financeiras que chegam à entidade. O número de reclamações contabilizadas considera apenas as queixas procedentes, isto é, em que o cliente tem razão de acordo com o que prevê a regulação do setor pelo BC.

 

A partir delas, o BC compõem um índice em que, quanto mais alta a pontuação, maior foi o número de reclamações recebidas pela instituição.

 

Fonte: Consumidor Moderno






Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Coluna Conecte-se

Coluna Kids

Coluna Kids

Coluna Kids


Marcos Silva

Marcos Silva

Para ler, ver, ouvir e pensar




Mais lidas
Quedas na terceira idade podem ser mais do que acasos

Quedas na terceira idade podem ser mais do que acasos

Muito comum em idosos, a doença se torna clinicamente perceptível e suas consequências começam a incomodar no dia a dia


Câncer masculino: tratamento precoce faz toda a diferença

Câncer masculino: tratamento precoce faz toda a diferença

Medo, desconhecimento e o preconceito ainda afetam o cuidado com estas doenças


Ômega 3 pode ajudar a reduzir a TPM, mas é preciso ter critério

Ômega 3 pode ajudar a reduzir a TPM, mas é preciso ter critério

Estudos revelam que o consumo de cápsulas de óleo de peixe ajuda a aliviar os sintomas da síndrome. Especialistas orientam a preferir as cáp


Top de Marketing 2017: ADVB-PR anuncia finalistas e celebra recorde de inscritos

Top de Marketing 2017: ADVB-PR anuncia finalistas e celebra recorde de inscritos

Entidade analisou quase 50 cases este ano, com alto índice de qualidade


Festa do Morango 2017 em São José dos Pinhais

Festa do Morango 2017 em São José dos Pinhais

Tradicional festa acontece de 09 a 10 de dezembro


Exposição “Fragrâncias e Formas” encanta público

Exposição “Fragrâncias e Formas” encanta público

A exposição estará aberta até janeiro de 2017



Mais notícias deste colunista


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.