História&Talento
Domingo, 17 de maio de 2015, 00:00 h - Atualizado em 17/05, 10:19 h

Do Sonho à Realidade: Rosilete e Macaris

O casal de Boxeadores lançam o Centro de Excelência de Box em São José dos Pinhais




Foto: Divulgação

Hoje vamos reeditar aqui na coluna História e Talentos a trajetória de dois grandes nomes do Box Paranaense: Macaris do Livramento e Rosilete dos Santos. Elas já contaram sua vida aqui em nossa coluna e mais abaixo vocês poderão recapitular.

Mas a grande notícia do casal é que o sonho de ensinar Box as crianças e adolescentes vai se tornar realidade a partir de amanhã, 18 de maio. Quando será inaugurado o Centro de Excelência de Box do Brasil.

Rosilete falou para o Portal VRNews:

A ideia do Centro de Excelência de Boxe é um sonho antigo do Macaris que venho acompanhando desde que o conheço em 1999,e que prometi que após minha aposentadoria iria lutar até conseguir a aprovação desse projeto.

Conseguimos o recurso financeiro da Copel e Sanepar que são os patrocinadores do Centro.

Vamos atender 200 crianças de 10 a 18 anos gratuitamente onde todos ganham o uniforme e material de treino. De segunda a quinta das 8h as 12h e das 13h as 17.

Na sexta será exclusivo para planejamento. Teremos 5 professores e 1 profissional de Educação Física integrando a equipe.

Eu sou a coordenadora geral do projeto e com certeza terei muito trabalho pela frente.

O Centro de Excelência de Boxe foi elaborado pela filha mais velha do Macaris, Gisele Livramento formada em educação física da Federal.

“Dia 18 de maio será histórico para o esporte no Paraná e no Brasil com a inauguração do primeiro Centro de Excelência de Boxe do Brasil.” Finaliza Rosilete.  

Foto: André L.P.

Rosilete: Uma lutadora nata. Ela sempre lutou muito dentro e fora dos ringues.

Nome, profissão, estado civil, filhos. Essas informações definem muito do que somos e nos mostra um pouco de nossa trajetória. Mas dizer que Rosilete dos Santos é uma esportista-boxeadora, casada e com uma linda filhinha é ser simplista de mais. Rosilete sempre lutou muito para conseguir seu lugar nos ringues e na vida. Convicta de dia melhores, foi ao lado de seu grande companheiro Macaris que conseguiu seu lugar ao sol e hoje colhe os frutos de seus esforços.

Rosilete é natural de Castro Paraná, mas veio decidiu escolher São José dos Pinhais como lar por considerar a cidade muito boa pra se viver e de se relacionar com as pessoas. "Minha trajetória foi fantástica, com muitas dificuldades e vontade de desistir pela falta de apoio, mas enfrentar desafios fez parte da minha vida", comenta Rosilete.

Dentre as conquistas de sua carreira, a esportista destaca os títulos mundias como boxeadora, sendo a primeira Brasileira a ser campeã mundial; foi condecorada como cidadã honorária de São José dos Pinhais por méritos esportivos. A vida agitada sempre foi uma constante e, segundo Rosilete, "ter personalidade muitas vezes era difícil pelo simples fato de ser pública demais". Nada disso, porém a deixa chateada. Muito pelo contrário, gosta do carinho, abraços e elogios de fãs que reconhecem seu talento e sua contribuição para o esporte. 

"Os amores da minha vida são duas joias raras: minha filha de seis anos Nicoly; e meu companheiro, marido e amigo Macaris, que é uma parte na minha vida e é responsável por tudo o que sou hoje. Agradeço a ele sempre por me ensinar a ser o que sou hoje".

Rosiletese sente realizada em sua profissão, não tanto pela remuneração, mas por ter tido a chance de representar o Brasil de forma brilhante. "Foi uma sensação enorme". Seus desafios após a aposentadoria são outros. "Meu maior desafio é cuidar da minha filha, da academia (atualmente é proprietária do empreendimento), da casa, do marido recém infartado e ser atleta ao mesmo tempo".

E pensa que ela se arrende? De jeito nenhum... "O mais gratificante é eu ter conseguido superar tudo isso com um sorriso sempre. Me considero uma pessoa equilibrada, batalhadora e otimista pois sou uma pessoa simples com os pés no chão sempre".

 

E o futuro?

"Meu sonho é fazer sucesso ensinando essas crianças no Centro de Excelência!".

E a dica do nossa boxeadora é: "Procure semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Diga o que pensa, com esperança. Pense no que faz, com fé. Faça o que deve fazer, com amor. Se esforce para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a você decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou LUTAR; porque descobrir, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.Seja feliz sempre e não passe seu sofrimento aos outros".

O casal e a filha Nicole.
O casal e a filha Nicole. - Foto: Evinha Britto.

Macaris do Livramento: Um campeão que alimenta sonhos

Foto: Divulgação.

O campeão mundial de boxe em 1997, Macaris do Livramento, tem uma história de sucesso para contar. Foram 110 lutas na categoria médio-ligeiro (até 69,8 kg) com 105 vitórias, 75 por nocaute, e cinco derrotas. Atualmente Macaris coordena a academia que leva seu nome e treina o lutador brasileiro de MMA John Lineker, que luta na categoria Peso-Mosca até 56,6kg do UFC. 

Nascido em Lauro Muller, em Santa Catarina, veio para o Paraná aos cinco anos e escolheu São José dos Pinhais como seu lar. “Acho que esta é uma cidade de grandes oportunidades que escolhi por ser acolhedora e de pessoas humildes, onde sou bem tratado pelo meu trabalho”,destacou o campeão. 

Atleticano dos mais eufóricos, Macaris é pai querido por três filhos, casado com a também campeã mundial de boxe Rosilete dos Santos, e treinador dos mais experientes no país, mas nem tudo foram flores na sua trajetória de vida. “Tive uma infância pobre e vivi nas ruas quando criança. Comecei no esporte na modalidade de Muay Thai e só depois que me encontrei com o boxe, onde percebi que queria seguir carreira”, conta.

O treinador citou que a falta de apoio e patrocínios no esporte é uma das principais dificuldades do esporte. Segundo ele, este é um fator que atrasa as conquistas de vários atletas brasileiros. “No meu caso, as conquistas demoraram para chegar, mas sou realizado profissionalmente. O mais gratificante para mim foi a conquista do título mundial pela maior entidade de boxe no mundo”, afirma. 

Na continuidade do seu sonho de atleta, Macaris quer levar o esporte adiante, para todos os cantos em que puder. Recentemente seu tão sonhado projeto de boxe para crianças foi aprovado pelo Ministério do Esporte. “Sou batalhador, nunca desisto do meu objetivo, sempre acredito em um amanhã melhor”, acrescenta o esportista. 

“Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos. Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade. Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração. Mas depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão, e que conduz ao bem e beneficio de todos, aceite e viva-o. Ame oque faz e faça crescer o que você ama, mas nunca desista.”

Literatura e cinema

A história dos lutadores Macaris e Rosilete inspirou o jornalista Osny Tavares a criar o livro “A quatro punhos”,que conta a história de vida do casal de pugilistas Macaris do Sacramento e Rosilete dos Santos.

O autor do livro, Osny Tavares,conheceu a história do casal, se interessou pelo tema e decidiu transformar avida dos lutadores em livro. Ele revelou que o trabalho durou um ano, mas que valeu muito a pena.

A obra, lançada em março do ano passado, foi editada pela Editora Compactos e tem 280 páginas. Mais informações http://www.editoracompactos.com.br

Outra faceta do Macaris mostra sua aptidão para o cinema. Recentemente ele participou do seu segundo filme como ator. O longa "Circular”, que mostra as lutas clandestinas do Brasil,tem em seu cast o talentoso Macaris do Livramento interpretando a si mesmo.

Foto: Divulgação.



Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Aninha Pazinatto

Coluna Papo de Piá

Coluna Papo de Piá

Coluna Papo de Piá




Mais lidas
Precisamos falar sobre Fake News

Precisamos falar sobre Fake News

A irresponsabilidade de disseminar boatos pela internet pode nos custar caro


Ser Só

Ser Só

Poesia de Tacy de Campos



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.