História&Talento
Terça, 01 de maio de 2018, 14:36 h - Atualizado em 01/05, 14:54 h

Old Black Records – O Timbre dos grandes mestres

Estúdio de Renato Ximú e Helinho Pimentel aposta no formato de gravação dos mestres do Soul, Jazz, Rock e Blues

História&Talento:De Bem com a Vida
Autor: Amanda Lyra
O conteúdo desta matéria é de total responsabilidade do autor.
Sala de gravação Old Black Records
Sala de gravação Old Black Records - Foto: Divulgação.

*Por Amanda Lyra

 

Quem busca um lugar onde competência e bom gosto imperaram na hora de gravar seu disco precisa conhecer o Old Black Records, em Curitiba PR, ativo desde 2013.

O estúdio foi idealizado em cima da história da casa localizada no coração do Batel, onde frequentavam Paulo Leminski, Caetano Veloso, A Chave, Rita Lee, Gilberto Gil, Moraes Moreira, Baby Consuelo, Ivo do Blindagem, entre outros nomes da música brasileira. Toda a energia preservada no piso de taco, original de 1961, confere ao estúdio um ambiente diferenciado das salas de gravação comuns.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O nome “OLD BLACK” remete à proposta do estúdio e é uma homenagem aos negros, que foram os precursores da música. O timbre dos grandes Mestres que traz o Soul, Jazz, Rock, Blues no estilo dos anos 60 e 70 com a banda gravando ao vivo. Porém, atende com maestria diversos estilos de projetos musicais desde os músicos solo até bandas que preferem gravar em etapas separadamente, apresentando sempre um trabalho mais sincero e mais orgânico.

Com amplificadores poderosos e equipamento de ponta, o Old Black Records oferece desde a pré produção, produção, gravação, mixagem e masterização, além de ensaios. Com uma sala ampla e decorada, é possível contratar também a equipe de vídeo. São inúmeras opções para todos os tipos de projetos.

Já usei vários tipos de gravações em vários estúdios. No Old Black Records o processo de compor ficou mais orgânico e rápido de resolver. Tem o espaço físico de qualidade pra gravar todo mundo junto sem vazar o som. O estúdio também é a sede onde é gravado o programa Rock Pinhão que vai ao ar toda quinta na web radio Rota99 no qual apresentamos bandas paranaenses. - Amandio Galvão - músico e apresentador do Programa Rock Pinhão

Já passaram pelo estúdio nomes como Relespública, João Lopes, Paulinho Teixeira (Blindagem), Motorocker, Escambau, Paulão da “Velhas Virgens”, Big Time Orchestra, Amanda Lyra, Caixa Prego, Carne de Onça, o produtor Raphael Gordon que gravou o disco mais importante da banda The Strokes, Rick Ferreira (lendário guitarrista de Raul Seixas e Zé Ramalho), Patrulha do Espaço e Fernanda Abreu.

 

Como surgiu

Renato Ximú
Renato Ximú - Foto: Divulgação.

Renato Ximú é cantor, compositor, multi-instrumentista, produtor e é quem comanda a parte operacional do Old Black Records.

Ximú morava na Califórnia, quando foi apresentado ao renomado produtor Alan Sanderson, que já havia trabalhado com engenharia de som com Michael JacksonElton JohnB.B. KingRicky MartinZiggy MarleyThe Rolling Stones entre outros

Alan o chamou para trabalhar, ensinando sobre os programas e processos de gravação durante 3 anos até Renato voltar para o Brasil em 2006. Por dois anos no Rio Grande do Sul fez mais um curso de gravação e trabalhou no estúdio da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF), onde trabalhou com Renato Borguhetti, Luis Carlos Borges,  Gaúcho da Fronteira, Telmo de Lima Freitas entre outros.

Em 2008 veio pra Curitiba e montou seu primeiro home studio, voltado para gravações próprias e pequenas produções. Em 2012 foi para os Estados Unidos passando por Menphis, Nashville, New Orleans, Texas e Nova Iorque onde se especializou ainda mais.

 

Em 2013 surge então a sociedade com o produtor Helinho Pimentel e nasce o estúdio Old Black Records.

Helinho Pimentel
Helinho Pimentel - Foto: Lex Kozlik

Helinho Pimentel é um dos mais famosos produtores culturais de Curitiba, fundador da saudosa rádio “Estação Primeira”, e Radio Rock além de estar diretamente envolvido no desenvolvimento e criação da Radio Mundo Livre FM que hoje é a mais importante no segmento rock em Curitiba e Maringá. Participou também da idealização e produção do Festival Lupaluna. Hoje é o responsável pelos grandes shows trazidos para Pedreira Paulo Leminski.

Paralelo a isso, a música aparece para Helinho na forma mais natural, através da composição. Tendo parcerias com Ivo Rodrigues (como no sucesso “Loba da Estepe”), Naína, Fabio Elias, Paulinho Teixeira e Renato Ximú.

Renato e Helinho sempre compunham juntos e resolveram montar o estúdio para gravar suas próprias músicas, até que a ideia cresceu e hoje o Old Black Records é um dos mais reconhecidos da cidade.

 

Serviço:

Old Black Records

https://www.facebook.com/OldBlackStudio

Instagram @OldBlackRecords

Endereço: Rua Ildefonso Borba Cordeiro 74 - Batel

Curitiba - Paraná

(41) 99635-6722

Assessoria VRCom Comunicação

oldblackrecords@gmail.com 

 

 

*Amanda Lyra - Editora do Portal VRNews



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
História&Talento

História&Talento

História e Talento


Vera Rosa

Vera Rosa

Coluna Vera Rosa




Mais lidas
Antropofocus comemora 18 anos com Temporada de aniversário

Antropofocus comemora 18 anos com Temporada de aniversário

Antropofocus 18 anos acontece no Teatro Zé Maria, de 18 a 27 de outubro.


Shopping São José promove ações em prol do Outubro Rosa

Shopping São José promove ações em prol do Outubro Rosa

Ações serão realizadas em parceria com o Clube da Alice com o objetivo de alertar sobre a importância da prevenção do câncer de mama


Grupo de ballet realizará apresentação no Teatro SESI SJP

Grupo de ballet realizará apresentação no Teatro SESI SJP

Cultura no Teatro SESI apresenta o espetáculo na quarta-feira (24)


Enfim, as escolas nascentes?

Enfim, as escolas nascentes?

Mais um texto da série especial


Espetáculo "Em casa a gente conversa" traz Cássio Reis e Juliana Knust

Espetáculo "Em casa a gente conversa" traz Cássio Reis e Juliana Knust

Peça aborda problemas rotineiros do casamento em duas apresentações no Teatro Regina Vogue


II Mostra Intermunicipal Mulheres na Ciência: exposições estão abertas

II Mostra Intermunicipal Mulheres na Ciência: exposições estão abertas

É a segunda vez consecutiva que o município de São José dos Pinhais realiza um evento dessa proporção.



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)