Tacy de Campos
Quinta, 25 de outubro de 2018, 00:00 h - Atualizado em 25/10, 21:10 h

Brasil, nação inculta e bela, potencialmente suicida.

Reflexões de Outubro

Tacy de Campos:De Bem com a Vida
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Estas eleições de 2018 mais parecem um kinder ovo, cheia de surpresas e decepções. Quem diria que as aquelas bobagens que eu ouvia em 2012 e 2013 de alguns imbecis por aí sobre a volta da ditadura militar, amadureceriam e se tornariam uma vontade comum de tanta gente? Pessoas indubitavelmente falhas, claro, mas nós que nunca concordamos com elas, também falhamos. Eles são alienados, mas nós também fomos. Superestimamos a massa, acreditamos piamente que a clareza mental era da maioria. Nos iludimos achando que essa terra de “gente de bem” tão pacífica, de pessoas originalmente honestas e bondosas, já era majoritariamente consciente e educada. Nós fomos mesmo é negligentes com nós mesmos, isso sim...


Um povo que esta prestes a eleger um ditador para “tomar o pulso firme” do país pelos próximos anos (que não serão só quatro), não pode ser um povo de mentalidade muito diferente do seu candidato. Observando o desenrolar dessa eleição eu tive a seguinte certeza: o Brasil é perigosamente uma nação suicida. Somos violentos, autoritários, conservadores por herança religiosa, corruptíveis pelo “jeitinho”, doutrinados para obedecer sem questionar. Razão pela qual a opinião do povo brasileiro é extremamente volátil. Manipulável. Um bom ator, dizendo exatamente o que o povo quer ouvir, será escutado, votado e mitificado. Basta ser convincente. Não precisa entender nada de política, já que o próprio povo não entende. O critério é outro.

No Brasil, ainda não surgiu um sistema de ensino que queira de fato educar a mentalidade brasileira, instruir com sabedoria a lição mais elementar de um cidadão: pensar. Como o povo não pensa, ele é refém de quem pensa por ele. E facilmente se deslumbra com os discursos radicais apaixonados, simplistas e descomplicados. São cegos por cultura e por mentalidade. Ignorantes elegem ignorantes. É AÍ QUE MORA O PERIGO! Tudo o que um simplista mal intencionado mais quer é um simplório desgovernado querendo acreditar em qualquer coisa. Some isso aos muitos canalhas reacionários saindo do armário e colocando na conta do tal candidato sua falta de caráter embrionária e você tem o preocupante e emergente quadro que estamos vivenciando hoje.


E digo mais: nossa negligência é premeditada. Como dizia Darcy Ribeiro, a deseducação no Brasil é um plano. E confunde-se propositalmente instrução com educação. Mario Sérgio Cortella explica que grau de escolaridade não é o mesmo que grau de sabedoria. Escola nunca foi termômetro de inteligência ou cultura. Afinal, de que adianta três canudos embaixo do braço e intercâmbio no exterior, se ninguém tem modos no trânsito ou na fila do pão? Isso é a mentalidade de um povo como o nosso, arraigada a séculos e que ninguém se preocupou em mudar. Nós fomos negligentes porque quiseram que nós fossemos assim.
Toda nação tem o governo que merece… Lutemos pela democracia eternamente!


Comentários desta notícia:


26/10, 13:32 h -Vecda :

"Perfeito!"



Comente você também sobre esta notícia:




Colunista do dia
Julio Borges

Julio Borges

Artes Marciais


Tiomkim

Tiomkim

Coluna Tiomkim



Mais Lidas
Espaço Bamboo comemora seu primeiro ano em grande estilo

Espaço Bamboo comemora seu primeiro ano em grande estilo

Show com a banda Voraz , Oficinas, comida, flash tattos e muito mais.


São-joseense, Rodrigo de Paula vai pedalar quase 5 mil km no trajeto Ushuaia

São-joseense, Rodrigo de Paula vai pedalar quase 5 mil km no trajeto Ushuaia

Antes de pegar o avião em dezembro, ele participou do 1º Ciclo Turismo Reservas Ambientais – Eco Guaricana


Mulheres de Sucesso: Valquiria Crispim

Mulheres de Sucesso: Valquiria Crispim

Destaque da Semana


Colônia Murici comemora 140 anos de fundação

Colônia Murici comemora 140 anos de fundação

Medalha que marca a importância da colonização também é referência de um século da primeira entidade de comércio da cidade, a Sociedade Agrícola São José (1906)


Inclusão: novembro terá ‘Dia do Lazer Acessível’ com diversas atividades em SJP

Inclusão: novembro terá ‘Dia do Lazer Acessível’ com diversas atividades em SJP

SEMEL – realiza no próximo dia 24/11 evento com objetivo de promover ainda mais integração de pessoas com necessidades especiais (PNE) do município.


Então é Natal

Então é Natal

Fofuretes da Semana




Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)