Tacy de Campos
Domingo, 04 de fevereiro de 2018, 11:27 h - Atualizado em 04/02, 11:41 h

As verdades do mundo

Confira as mentiras "brancas" e bonitinhas com as quais você convive tranquilamente.

Tacy de Campos:De Bem com a Vida
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Sim, há horas em que a gente precisa ouví-las. Palavras mordazes, rascantes, indiferentes, não importa. Viver na ilusão é um erro. É mascarar a verdade que seu consciente não quer ver. Covardias a parte, é preciso ter coragem. 

E estou falando de desilusões gerais; nos vários âmbitos da existência. No trabalho, família, amor e na morte. Todas as formas de desilusão são válidas. Todas vêm recheadas da verdade inconveniente. 

No entanto, muitas vezes, tudo depende de como você encara os fatos. Um copo  eio cheio ou meio vazio? Ás vezes o "pesadelo" pode ser sua carta de alforria da
prisão em que se encontrava. A morte de alguém pode significar a liberdade. A dispensa de um emprego pode ser o primeiro passo para alçar em sua carreira. Ou
a perda de um grande amor pode vir a calhar com outros amores e planos. Claro, você só enxergará o lado positivo da coisa se mudar seu ponto de vista. Se ainda
estiver aí chorando as pitangas porque foi traído, trocado, enganado, não-correspondido ou porque seu hamster morreu sem lhe dizer adeus; então vai ser difícil ver algo além da sua dor. Entretanto, sempre existe uma forma menos dura de encarar um fato. E é preciso procurá-la exaustivamente, dia após dia. Criar menos expectativas sobre tudo é a melhor saída desta cilada comportamental a qual somos induzidos diariamente desde o berço.

 Soa clichê dizer ͞o tempo é o melhor remédio͟, mas porra, convenhamos, num é verdade mesmo? Pense quando era pequena(o): quantas vezes se desiludiu quando achou que sua mãe ia comprar sua bike e os dias passavam e...nada. Nunca chegou a diaba! Quantas noites em claro sonhando pedalar quando você só tinha a canela? E com o tempo você cresceu, amadureceu. Aprendeu que não pode esperar por tudo que lhe prometem, nem mesmo de seus pais. E o que é isso? Uma verdade! Cruel ou infeliz, mas real. E da qual é preciso pegar prática em pouco tempo.  

E a vida é assim. Um poço de verdades escondidas atrás de mentiras bonitinhas. E só quando você vive, você descobre:

  • Que a morte não tem hora nem lugar. É puta, pega qualquer um, inclusive sua família inteira (sem excluir os mascotes), além de você. 
  • Que não existe Papai Noel nem Coelhinho da Páscoa. Quem compra seus presentes são seus pais e se eles não tiverem grana, fodeu mesmo 
  • Que sua namorada ou namorado pode te fuder bonito um dia e não é daquele jeito que você gosta. Todavia, até um chute na bunda te empurra pra frente, então... 
  • Não acredite na previsão do tempo. Eles continuam errando, até nos aplicativos. 
  • As pessoas mentem pra você, sabendo que estão mentindo e vivem muito bem assim 
  • Você não é mais importante para sua tia do que os seus primos 
  • Pais sempre serão chatos e insuportáveis em alguma fase da vida 
  • Filhos sempre serão bagunceiros, desafiadores e rebeldes em alguma fase da vida
  • Se não tiver saco pra aturar crianças remelentas ou adolescentes retardados, case. O casamento nada mais é do que uma adoção compartilhada de dois adultos 
  • Círculos de colegas são como nuvens, sempre mudam 
  • Sem ensino superior, você é um merda social...ou um potencial empreendedor! 
  • Sem emprego, você pode ser um youtuber
  • Questione frases feitas como ͞união eterna͟, ͞momento perfeito͟, ͞felizes para sempre͟, ͞almas gêmeas͟. 
  • Lembre-se: conto de fadas só existem na Terra do Nunca. Se você acha que vive em um, desconfie. Síndrome de Peter Pan tem cura. Procure ajuda e let it go! 
  • Não se cobre tanto com "fazer o bem". O altruísmo tem limites e nem madre Teresa de Calcutá foi tão madre Teresa de Calcutá assim. Relax.
  • Não sofra com o fim. Os ciclos são eternos
  • E por fim, aprenda que todo amor e toda dor passa, afinal tudo é passageiro, incluindo a vida, a frieira e a caspa (salvo o motorista e o cobrador!) 

 

Renda-se e conforme-se. Há coisas com as quais você não pode lutar. Para todas as outras, faça com humor. 

Sigamos na luta! 

Escrito em colaboração com Amanda Vital.



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
História&Talento

História&Talento

História e Talento


Vera Rosa

Vera Rosa

Coluna Vera Rosa




Mais lidas
Antropofocus comemora 18 anos com Temporada de aniversário

Antropofocus comemora 18 anos com Temporada de aniversário

Antropofocus 18 anos acontece no Teatro Zé Maria, de 18 a 27 de outubro.


Shopping São José promove ações em prol do Outubro Rosa

Shopping São José promove ações em prol do Outubro Rosa

Ações serão realizadas em parceria com o Clube da Alice com o objetivo de alertar sobre a importância da prevenção do câncer de mama


Grupo de ballet realizará apresentação no Teatro SESI SJP

Grupo de ballet realizará apresentação no Teatro SESI SJP

Cultura no Teatro SESI apresenta o espetáculo na quarta-feira (24)


Enfim, as escolas nascentes?

Enfim, as escolas nascentes?

Mais um texto da série especial


Espetáculo "Em casa a gente conversa" traz Cássio Reis e Juliana Knust

Espetáculo "Em casa a gente conversa" traz Cássio Reis e Juliana Knust

Peça aborda problemas rotineiros do casamento em duas apresentações no Teatro Regina Vogue


Exposição A Matéria da Memória na SOMA Galeria

Exposição A Matéria da Memória na SOMA Galeria

Destaques da semana



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)