Tiomkim
Segunda, 29 de janeiro de 2018, 08:36 h - Atualizado em 29/01, 08:41 h

Rei Momo e Rainha do Carnaval são reeleitos

Destaques da semana




Foto: Cido Marques

A cerimônia de concurso do Cortejo Real do Carnaval 2018 lotou o Memorial de Curitiba na noite desta quinta-feira (25/01). Ao som da bateria da escola de samba Mocidade Azul, três candidatos a Rei Momo mostraram à comissão julgadora sua animação e habilidade com o samba. Já na disputa ao título de Rainha, 1ª princesa e 2ª princesa, entre os quesitos, as nove concorrentes foram avaliadas pelo samba no pé, beleza e desenvoltura.



 

Foto: Cido Marques

O título de Rei Momo ficou com Rubens Marques da Silva, reeleito por mais um ano. “A emoção é muito grande. É o meu quinto ano concorrendo e meu quarto ano como Rei Momo e espero que a minha felicidade transpareça para todo mundo que estiver na avenida”, afirmou Rubens.



Eleita Rainha do Carnaval em 2016, ano da última disputa, houve reeleição também no mandato de Renatha Karolina Rosa. “Eu estou feliz, eu realmente não esperava, a competição estava bastante acirrada.  Receber essa notícia foi demais. É uma sensação incrível ser reeleita”, destacou a rainha.

 

Foto: Cido Marques


A candidata Paula Carolina Mello Galvão foi quem recebeu a faixa de 1ª Princesa do Carnaval 2018. “Eu vim representar com muita garra e muita energia. Eu amo essa festa do povo e quero mostrar que Curitiba tem Carnaval sim”, pontuou a concorrente que em 2014 foi eleita 2ª Princesa e em 2015, 1ª Princesa.



Novata na disputa, Edna dos Santos Souza levou o título de 2ª Princesa do Carnaval. “Adorei participar. Cheguei há um ano em Curitiba e senti um frio na barriga, pois as candidatas são fortíssimas” afirmou a candidata eleita, que é natural de Campo de Goytacazes, no Rio de Janeiro.



“Hoje a gente percebe que o prefeito Rafael Greca está retomando e valorizando o Carnaval, bem como outras ações populares. A partir daqui a gente espera que essa festa continue crescendo como foi há décadas atrás”, afirmou a carnavalesca  Rosa Ribas, que foi uma das fundadoras da Escola de Samba Deu Zebra no Batuque, criada em 1983. De acordo com Rosa, a agremiação teve, no seu auge, mais de 600 componentes e encerrou as atividades em 1996.



Obrigações do Cortejo - O Rei Momo e a Rainha vão receber R$ 3 mil cada e as princesas receberão R$ 2 mil cada. As obrigações dos eleitos é representar a cidade nos eventos do Carnaval agendados pela Fundação Cultural. As obrigações do cortejo eleito começam logo após o concurso e consiste em participar dos ensaios das escolas de samba, do desfile da Marechal Deodoro no dia 10 de fevereiro e dos bailes populares e demais festividades. O concurso foi aberto para maiores de 18 anos, residentes em Curitiba há pelo menos seis meses e que tenham espírito carnavalesco, simpatia e samba no pé. O Carnaval de Curitiba 2018 é uma realização da Fundação Cultural de Curitiba (FCC).

Foto: Cido Marques


A candidata Paula Carolina Mello Galvão foi quem recebeu a faixa de 1ª Princesa do Carnaval 2018. “Eu vim representar com muita garra e muita energia. Eu amo essa festa do povo e quero mostrar que Curitiba tem Carnaval sim”, pontuou a concorrente que em 2014 foi eleita 2ª Princesa e em 2015, 1ª Princesa.



Novata na disputa, Edna dos Santos Souza levou o título de 2ª Princesa do Carnaval. “Adorei participar. Cheguei há um ano em Curitiba e senti um frio na barriga, pois as candidatas são fortíssimas” afirmou a candidata eleita, que é natural de Campo de Goytacazes, no Rio de Janeiro.


 

Foto: Cido Marques


Novata na disputa, Edna dos Santos Souza levou o título de 2ª Princesa do Carnaval. “Adorei participar. Cheguei há um ano em Curitiba e senti um frio na barriga, pois as candidatas são fortíssimas” afirmou a candidata eleita, que é natural de Campo de Goytacazes, no Rio de Janeiro.

 



Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Aninha Pazinatto

Coluna Papo de Piá

Coluna Papo de Piá

Coluna Papo de Piá




Mais lidas
Precisamos falar sobre Fake News

Precisamos falar sobre Fake News

A irresponsabilidade de disseminar boatos pela internet pode nos custar caro


Ser Só

Ser Só

Poesia de Tacy de Campos



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.