Vale a Pena Ler de Novo
Terça, 04 de setembro de 2018, 00:00 h - Atualizado em 25/09, 09:11 h

"No começo tudo é lindo.."

Sempre dizem a famosa frase para casais novos, realidade ou mau agouro?

Vale a Pena Ler de Novo:De Bem com a Vida
Autor: Amanda Lyra
O conteúdo desta matéria é de total responsabilidade do autor.
Foto: Divulgação.

Tem muita gente que sempre fala: "ah no começo é sempre assim, tudo é bom, depois vira numa m*", "aproveita agora esse mar de rosas", "só é bom assim no começo".. E eu me obrigo a sorrir aquele meio sorriso e acabo nunca dizendo o que eu penso.. Não se deve julgar os casais pela aparência, se você não sabe pelo o que já passaram juntos. O segredo da felicidade (nesse caso, a dois), é respeito, amor, compaixão, uma vontade imensa de deixar o outro bem, cuidado, tesão, vontade de fazer coisas juntos, e poder dar e ter seu espaço individual ( mesmo que acabe querendo compartilhar esse momento também, apenas o fato de poder, sem blá blá blá), brincadeiras, risada, sexo, amizade, companheirismo.

 

Dai se você acha que é muita coisa pra fazer, que é muito pra se doar, isso é um problema se você não encontrar alguém que queira o que você quer.. E eu não acho que adiante, aceitar alguém que não faz essas coisas e depois ficar reclamando e gorar o relacionamento alheio, só por que você não é bem tratada. Conheço meu marido a mais de 10 anos, e estamos juntos a 2 anos, vivemos na mesma casa faz um pouco mais que isso, e nossa convivência é muito boa, por que os nossos defeitos não agridem ao outro... E tudo na vida é uma batalha diária, ninguém disse que seria fácil, mas não precisa ser infeliz. Só dê o seu melhor, se a pessoa não faz o mesmo, é uma pena, e uma escolha sua passar o resto da vida com ela, e ficar anos se queixando de que ta tudo uma merda.

 

Pode ser que as coisas mudem, que não fiquemos mais juntos, mas todos os dias nós batalhamos para que seja sempre um recomeço, uma coisa nova, um novo sorriso... 

 

E tem aquelas pessoas que não entendem o fato do meu marido me ajudar tanto.... Sabe, eu sempre vou precisar de uma ajudinha física pelo resto da minha vida, mas não é por isso que ele me pega no colo pra subir uma escada, que me ajuda a levantar, que leva as coisas pesadas, que abre a porta do carro, e cada pequena coisa.. Ele faz por que ELE quer. E ele me agradece por tudo o que eu faço por ele diariamente, e quer saber é uma luta diária que não pesa.. Quando a gente segue pro mesmo lado, ficamos mais fortes.

 

 

E só mais uma coisa em especial para as mulheres: Não reclame que seu par nunca abre a porta do carro, se você sempre desce primeiro.

 

 

* Por Amanda Lyra - cantora, compositora, filha e esposa.



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Aninha Pazinatto

Jorge Marcondes

Jorge Marcondes

Coluna Papo de Piá




Mais lidas
Enfim, as escolas nascentes?

Enfim, as escolas nascentes?

Mais um texto da série especial


Espetáculo "Em casa a gente conversa" traz Cássio Reis e Juliana Knust

Espetáculo "Em casa a gente conversa" traz Cássio Reis e Juliana Knust

Peça aborda problemas rotineiros do casamento em duas apresentações no Teatro Regina Vogue


II Mostra Intermunicipal Mulheres na Ciência: exposições estão abertas

II Mostra Intermunicipal Mulheres na Ciência: exposições estão abertas

É a segunda vez consecutiva que o município de São José dos Pinhais realiza um evento dessa proporção.


Roger Waters: O gênio criativo do Pink Floyd em Curitiba

Roger Waters: O gênio criativo do Pink Floyd em Curitiba

Combinando clássicos do Pink Floyd, algumas canções novas e trabalho solo, o astro britânico desembarca na cidade no próximo dia 27 de outu


Câncer de Pâncreas é na maioria das vezes é diagnosticada de forma tardia

Câncer de Pâncreas é na maioria das vezes é diagnosticada de forma tardia

Por isso apenas 15 a 20% dos pacientes são candidatos à cirurgia com potencial de cura.


Vida de CHICO XAVIER em superprodução musical  “Um Cisco” estreia no Guairão

Vida de CHICO XAVIER em superprodução musical “Um Cisco” estreia no Guairão

A trama se desenvolve numa estação de trem, onde a vida do médium é narrada desde os seus 4 anos de idade até a sua morte, aos 92 anos.



Mais notícias deste colunista


Veja também outros colunistas



Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)