Sábado, 28 de abril de 2018, 07:52 h - Atualizado em 28/04, 08:18 h

A informação do silêncio

A manipulação da informação

Marcos Silva:Cultura
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Como Manipular a informação a partir de fatos reais.

Este é o tema abordado por Álex Grijelmo ( Burgos, Espanha,1956) em seu livro La Información Del Silencio (2012).  O jornalista espanhol já escreveu sete livros sobre divulgação linguística, e neste demonstra as táticas de como se construir manipulações informativas baseadas em truques de silêncio e meias verdades.

“Técnicas para mentir e controlar as opiniões se aperfeiçoaram na era da pós-verdade. A era da pós-verdade é na realidade a era do engano e da mentira, mas a novidade associada a esse neologismo consiste na popularização das crenças falsas e na facilidade para fazer com que os boatos prosperem. A mentira dever ter uma alta porcentagem de verdade para ser mais crível. E terá ainda maior eficácia a mentira composta totalmente por uma verdade. Parece uma contradição, mas não é.”

“Hoje em dia tudo é verificável e, portanto, não é fácil mentir. Mas essa dificuldade pode ser superada com dois elementos básicos: a insistência na asseveração falsa, apesar dos desmentidos confiáveis; e a desqualificação de quem a contradiz. E a isso se soma um terceiro fator: milhões de pessoas prescindiram dos intermediários de garantias (previamente desprestigiados pelos enganadores) e não se informam pelos veículos de comunicação rigorosos, mas diretamente nas fontes manipuladoras (páginas de Internet relacionadas e determinados perfis nas redes sociais). A era da pós-mentira fica assim configurada.”

”A tecnologia permite hoje manipular digitalmente qualquer documento (incluindo as imagens), e isso avaliza que se indique como suspeitos os que reagem com dados certos diante das mentiras, porque suas provas já não têm valor de fato. E se acrescenta a isso a perda de parte da independência na imprensa com a crise econômica. O número de jornalistas foi reduzido e ela precisou levar em consideração não só os leitores, mas também os proprietários e anunciantes. Em certos casos, utilizam também técnicas sensacionalistas para obter reações na Rede, o que fez com que perdesse credibilidade”

Veja o texto do próprio autor para o jornal El Pais de 22.08.2017: https://brasil.elpais.com/brasil/2017/08/22/opinion/1503395946_889112.html

Para ler e pensar.

 

Marcos Silva colunista aos sábados -  email: Marcosgeovano@hotmail.com

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade do autor.

Colunas anteriores também aqui: clique

 



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
História&Talento

História&Talento

História e Talento


Mhana Karim

Mhana Karim

Laricas da Mhana


Tânia Jeferson



Mais lidas
99 e Peita lançam camiseta exclusiva para mulheres

99 e Peita lançam camiseta exclusiva para mulheres

Estampando a frase “Dirija como uma garota”, aplicativo questiona o estereótipo que difama motoristas mulheres


O premiado espetáculo “Para não morrer” ganha o palco do Sesi São José

O premiado espetáculo “Para não morrer” ganha o palco do Sesi São José

Inspirado na obra “Mulheres”, de Eduardo Galeano, a montagem traz histórias verídicas de mulheres da resistência


Corrida Noturna será uma das atrações da Curitiba Fitness Fair no Expo Barigui

Corrida Noturna será uma das atrações da Curitiba Fitness Fair no Expo Barigui

A Curitiba Fitness Fair, maior feira fitness do Sul do Brasil, terá como uma das atrações a corrida noturna Run The Night Curitiba.


Diretora do Théâtre du Soleil comanda espetáculo pela primeira vez fora da França em “As Comadres”

Diretora do Théâtre du Soleil comanda espetáculo pela primeira vez fora da França em “As Comadres”

Comédia realiza o desejo de Juliana Carneiro da Cunha de voltar aos palcos brasileiros, após longa parceria com companhia de teatro francesa


Atentado na Escola

Atentado na Escola

Terror na escola


Para inspirar: 7 salas de TV que são de tirar o fôlego

Para inspirar: 7 salas de TV que são de tirar o fôlego

Conforto e beleza são as palavras de ordem para quem deseja uma sessão digna de cinema em um dos cômodos mais queridinhos de casa




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)