Quarta, 18 de abril de 2018, 00:00 h - Atualizado em 18/04, 00:00 h

Banco de Sangue do Hospital São José facilita casos emergenciais

As bolsas de sangue mais comuns em estoque são as tipagens O+ e A+, com O+ em primeiro lugar.

Redação:São José dos Pinhais
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Antes de 2014, o Banco de Sangue do Hospital e Maternidade São José se encontrava na difícil situação de buscar o sangue coletado no Hemocentro, o que corria risco de contaminações e aumento do risco de vida do paciente, que esperava pelo sangue. Hoje, o Hospital conta com uma área exclusiva para o Banco de Sangue, local onde são armazenados as bolsas de sangue para emergências e também responsável pela realização de testes de compatibilidade para transfusões.

A farmacêutica responsável pelo Banco de Sangue, Julia Nakamura, explica que o Hospital mantém o estoque suficiente para suprir o Hospital e a UPA Afonso Pena, considerando casos extremos. “Nós calculamos uma demanda em situações um pouco mais extremas para Hospital e UPA, considerando que o Hospital atende Pronto Atendimento, Maternidade, UTI Neonatal, UTI Geral”, conclui.

A diretora de enfermagem Elaine Correia do Hospital São José, afirma que a principal importância do Banco de Sangue nos atendimentos é não perder tempo para o paciente em risco iminente. “Nossa média de transfusões ao mês chega ao torno de 200. Ele (Banco de Sangue) dá suporte para o atendimento tanto do Hospital, como o atendimento imediato dos pacientes da UPA. É de suma importância para o suporte de vida do paciente. Esse é um diferencial muito grande desde 2014 dentro do nosso Hospital.”

As bolsas de sangue mais comuns em estoque são as tipagens O+ e A+, com O+ em primeiro lugar. Os sangues com Rh – (O Rh negativo não possui o antígeno D na superfície dos glóbulos vermelhos) são sempre mais escassos e raros. Julia Nakamura constata que o sangue O- é uma tipagem que o Banco sempre procura manter estoque, uma vez que em uma situação de urgência não dá tempo de fazer uma tipagem rápida, é o sangue O- que vai para o paciente.

Bolsas de sangue ficam armazenadas no Banco de Sangue e são utilizadas em casos emergenciais (Foto: Lucas Mendes/PMSJP) 

As bolsas de sangue, tais como plasma e plaquetas possuem prazo de validade, por isso a relevância do controle do Banco de Sangue. Os pedidos de estoque das bolsas são feitas cerca de duas e três vezes por semana, a depender da demanda. “As bolsas de sangue possuem validade muito curtas, no dia que o doador fez a doação no Hemocentro, tem validade de 42 dias. Nós também temos plasma, com validade de um ano, e as plaquetas, que não ficam aqui com a gente porque elas possuem validade de apenas 5 dias, então eles ficam lá no Hemocentro, e quando temos necessidade ligamos para trazer até aqui”, pontua Julia.

O Banco de Sangue atende as urgências dos pacientes, além de amostras coletadas e testes para ver a compatibilidade para transfusão. Não realiza coletas de sangue, apenas armazenagem para essas urgências.

 

SERVIÇO (Doações de Sangue) –

Hemepar Curitiba

Endereço: Travessa João Prosdócimo, 145 – Alto da XV

Tel: (41) 3281 4000

Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30 e sábado, das 8h às 18h

 



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Julio Borges

Julio Borges

Artes Marciais


Tiomkim

Tiomkim

Coluna Tiomkim




Mais lidas
Juliana Saraiva entra para o time de colunistas do Portal VRNews

Juliana Saraiva entra para o time de colunistas do Portal VRNews

Conheça mais da designer e consultora de moda que integra a equipe do VRNews


Eco Guaricana completa cinco anos com participação de 3 mil pessoas

Eco Guaricana completa cinco anos com participação de 3 mil pessoas

Marca de Eco Turismo e vivências na Natureza começou em 2013 com ciclo turismo e a Cachoeira dos Ciganos


Torneio Mundial de pesos pesados do GLORY Kickboxing

Torneio Mundial de pesos pesados do GLORY Kickboxing

Destaque da semana


ZOLI Eventos Exclusivos marca presença em 2018

Teatro Sesi São José encerra 2018 com programação audiovisual

Teatro Sesi São José encerra 2018 com programação audiovisual

Espaço oferece duas masterclass com especialistas e uma mostra de cinema com entrada franca


Super Feliz: crianças carentes de São  José dos Pinhais ganham festa

Super Feliz: crianças carentes de São José dos Pinhais ganham festa

Nesta segunda-feira, dia 3 de dezembro, às 15h, 40 crianças do Centro Municipal de Educação Infantil Maria Helan Haluch, ganham festa de Natal no Angeloni, na loja em São José dos Pinhais.




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)