Sábado, 14 de abril de 2018, 00:00 h - Atualizado em 14/04, 00:00 h

Canção do Amor Demais

Pelos 60 anos de lancamento

Marcos Silva:Cultura
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Canção do Amor Demais é um álbum de estúdio da cantora Elizeth Cardoso, gravado em abril de 1958, considerado antológico para a história da música popular brasileira por vários aspectos. Um destes é por conter a primeira gravação de Chega de Saudades (canção símbolo da bossa nova). Outro é a participação de Tom, Vinicius e Joao Gilberto, antecedendo a decisiva participação deste mesmo time em Chega de Saudades (disco) marco incontestável da revolução musical de nossa MPB.

O selo Festa, pelo qual o álbum foi gravado, era uma pequena gravadora do RJ sem pretensões comerciais. Seu proprietário Irineu Garcia tinha a intenção de editar discos "falados" de poetas e cronistas brasileiros. Pensou em fazer um disco com Vinicius de Moraes e suas composições. Vinicius, devido sua complexa relação profissional com o Itamarati, sugeriu que ao invés de sua própria voz a produção fosse de composições suas interpretadas por uma cantora. Pensaram em Dolores Duran, mas a escolhida foi Elizeth Cardoso.

Lançado em maio de 1958, Canção do Amor Demais saiu com a prensagem limitada de 2 mil cópias e carente de divulgação. Somente a partir do lançamento do compacto "Chega de Saudade" com João Gilberto tocando violão e cantando, em julho daquele ano, e a repercussão da bossa nova no Brasil e no mundo é que o álbum ganhou o status de precursor do movimento.

É considerado um dos marcos iniciais da nova forma de produzir musica por apresentar diversas das características que passariam a definir um novo estilo, como uma banda reduzida, percussão e harmonias mais complexas, e a qualidade e singularidade das composições.

Para ouvir: pelos 60 anos de Canção do amor demais.

FAIXAS

01. CHEGA DE SAUDADE -  TOM JOBIM / VINÍCIUS DE MORAES 

02. SERENATA DO ADEUS - VINÍCIUS DE MORAES            

03. AS PRAIAS DESERTAS -  TOM JOBIM

04. CAMINHO DE PEDRA -  TOM JOBIM / VINÍCIUS DE MORAES

05. LUCIANA - TOM JOBIM / VINÍCIUS DE MORAES         

06. JANELAS ABERTAS -  TOM JOBIM / VINÍCIUS DE MORAES      

07. EU NÃO EXISTO SEM VOCÊ - TOM JOBIM / VINÍCIUS DE MORAES     

08. OUTRA VEZ - TOM JOBIM    

09. MEDO DE AMAR - VINÍCIUS DE MORAES      

10. ESTRADA BRANCA - TOM JOBIM / VINÍCIUS DE MORAES       

11. VIDA BELA - TOM JOBIM / VINÍCIUS DE MORAES      

12. MODINHA - TOM JOBIM / VINICIUS DE MORAES      

13. CANÇÃO DO AMOR DEMAIS -  TOM JOBIM / VINÍCIUS DE MORAES  

 

Marcos Silva colunista aos sábados -  email: Marcosgeovano@hotmail.com

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade do autor.

Colunas anteriores também aqui: clique



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Cel Costa Filho

Cel Costa Filho

Segurança em Debate


Vale a Pena Ler de Novo

Vale a Pena Ler de Novo

Vale a Pena Ler de Novo




Mais lidas
Câncer de Pâncreas é na maioria das vezes é diagnosticada de forma tardia

Câncer de Pâncreas é na maioria das vezes é diagnosticada de forma tardia

Por isso apenas 15 a 20% dos pacientes são candidatos à cirurgia com potencial de cura.


Vida de CHICO XAVIER em superprodução musical  “Um Cisco” estreia no Guairão

Vida de CHICO XAVIER em superprodução musical “Um Cisco” estreia no Guairão

A trama se desenvolve numa estação de trem, onde a vida do médium é narrada desde os seus 4 anos de idade até a sua morte, aos 92 anos.


Banda Nenhum de Nós traz rock a Curitiba em pocket show gratuito

Banda Nenhum de Nós traz rock a Curitiba em pocket show gratuito

Apresentação do grupo, que tem mais de 30 anos de carreira, acontece no dia 17 de outubro, no Shopping Curitiba


3 livros que você precisa ler

3 livros que você precisa ler

Destaque da Semana


Pinhais recebe projeto de cinema gratuito  ‘Cinemóvel Carrefour’

Pinhais recebe projeto de cinema gratuito ‘Cinemóvel Carrefour’

O ‘Cinemóvel Carrefour’ exibirá, gratuitamente, filmes com a temática da alimentação para alunos de escolas municipais


Uma nova onda, muito seca!

Uma nova onda, muito seca!

Por Jorge Marcondes




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)