Sexta, 16 de junho de 2017, 00:00 h - Atualizado em 16/06, 00:00 h

Cia Lápis de Seda, que faz dança inclusiva, inclui Curitiba

O espetáculo "Convite ao Olhar" terá duas apresentações em Curitiba


Redação: Curitiba


Foto: Cristiano Prim

 A dança, a cidade, a arquitetura e a natureza como cenografia capaz de aproximar elementos diferentes em favor de uma unidade. Sem desprezar o valor de uma sala ou palco, a Companhia de Dança Lápis de Seda, de Florianópolis (SC), também aprecia as ruas e os jardins. Em Curitiba, o grupo catarinense terá a oportunidade de fazer dança inclusiva dentro e fora de um palco, com apresentações em lugares emblemáticos sob o ponto de vista da arquitetura, da memória e da cidade, um privilégio celebrado pelos dez bailarinos. Carregadas de beleza, as ruínas de São Francisco, na praça João Cândido, são vestígios inacabados na construção portuguesa do que viria a ser a Igreja de São Francisco de Paula. O local, com anfiteatro ao ar livre e arquibancada, é um ponto tradicional e democrático. Por sua vez, a Casa Hoffmann, que estimula estudos sobre novas estéticas do movimento, referencia artistas e profissionais da dança, teatro, artes visuais e educação.

Com esse pano de fundo e a parceria da Prefeitura Municipal de Curitiba, através da coordenação de dança da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), a Lápis de Seda faz apresentação no dia 17 de junho, às 17h, na Casa Hoffmann, e no dia 18, às 11h30, nas ruínas de São Francisco.  A companhia quer atrair em Curitiba um público interessado em reflexões sobre o corpo, as diferenças, as identidades, os preconceitos, a política de inclusão, um dos objetivos do trabalho coordenado pela professora de dança e coreógrafa Ana Luiza Ciscato.

Criada em 2014, Lápis de Seda realiza pequena turnê que inclui cinco capitais brasileiras. A criação e circulação do espetáculo Convite ao Olhar contam com o incentivo do Ministério da Cultura via Lei Rouanet e a chancela da empresa Cateno. Envolvido com a valorização das diferenças individuais e a intenção de impactar positivamente no contexto da dança inclusiva brasileira, o grupo atenua preconceitos contra pessoas consideradas deficientes.

A pedagogia adota uma formação mista de jovens e adultos. Na faixa etária de 17 a 30 anos, o grupo de dez bailarinos é composto por 60% considerados com deficiência intelectual e/ou motora e 40% sem deficiência. Na diferença, a descoberta da riqueza. “A intenção é evitar rotulações e conceitos limitadores, como a de uma companhia de dança de bailarinos deficientes. Lápis de Seda quer ser somente uma companhia de dança”, diz ela.

A estreia de Convite ao Olhar ocorreu em Florianópolis, no 10º Múltipla Dança – Festival Internacional de Dança Contemporânea. Depois, no Rio de Janeiro, se apresentou em frente ao Museu do Amanhã, e, em São Paulo, numa das salas da Galeria Olido. A agenda nacional ainda contempla Porto Alegre (RS).

 

Ana Luiza Ciscato

Coordenadora da companhia, tem sólida experiência na condução de grupos de dança mistos que incluem pessoas com algum tipo de deficiência motora e/ou intelectual. Autora de um trabalho já reconhecido, trabalha com dança em Associações de Pais e Amigos de Excepcionais (Apaes).

Com experiência e vastos serviços nesse campo de atuação, em 2011 ela atende ao convite da organização não governamental britânica Diverse City e do British Council para integrar o projeto Breathe, que posteriormente resulta em Battle for the Winds/Breathe, espetáculo de abertura dos Jogos Náuticos nas Olímpiadas de 2012, em Londres no qual entra Brasileiríssimo, coreografia concebida por Ana Luiza Ciscato para a turnê inglesa. Entre outras cidades e lugares, esteve no Live Site – palco ao ar livre criado para a abertura dos Jogos Náuticos, em Weymouth, na Inglaterra.

A Companhia de Dança Lápis de Seda está vinculada à Arte Movimenta, realizadora do projeto patrocinado pelo Ministério da Cultura e Cateno, através da Lei Rouanet. Instituição do terceiro setor, ela foca no desenvolvimento humano, está comprometida com propostas coletivas de cunho criativo e uma concepção de inteligência identificados com os princípios da economia criativa. Incentiva a arte desde 2005, sempre com temas comunitários e conteúdos capazes de provocar transformações socioculturais.

Sinopse

Convite ao Olhar, montagem de 2014, da Cia. de Dança Lápis de Seda, parte de elementos do cotidiano dos bailarinos e de como cada indivíduo reage a diferentes situações, passa pela valorização da singularidade humana. Na singularidade de cada um dos bailarinos está a potência da proposta. Pretende-se desconstruir conceitos engessados com relação à deficiência, mostrando todos, sem distinção, como pessoas tão somente com limitações e capacidades variadas. Leveza, bom-humor e fuga de ideias preconcebidas marcam o espetáculo.

 

Ficha técnica

Espetáculo Convite ao Olhar

Direção geral e coreografia: Ana Luiza Ciscato

Direção musical, compositor e arranjador: Luiz Gustavo Zago

Direção artístico-musical e intérprete: Cláudia Passos

Coordenação geral: Arte Movimenta

Produção executiva:  Neiva Ortega

Bailarinos: Ana Flavia Piovezzana do Santos, Aroldo Gaspar, Deivid Velho, Fabiana Cristina Marques, Gabriel Figueira, João Paulo Marques, Maura Marques, Paulo Soares, Ramon Noro, Roberta Oliveira e Silvia Gevaerd (bailarina estagiária)

Técnico de som e luz: Juarez Mendonça Jr.

Figurino: Emmanuel Boehing

Fotografia e vídeo: Cristiano Prim

Cenografia e projeto gráfico: Ramon Noro

Assessoria de imprensa: Néri Pedroso

 

Serviço Curitiba

Espetáculo Convite ao Olhar

O quê: Convite ao Olhar – Cia. de Dança Lápis de Seda

Quando: 17.6.2017, 17h

Onde: Casa Hoffmann, rua Claudino dos Santos, 58, largo da Ordem, (41) 3321-3228

Quanto: Gratuito

 

Foto: Cristiano Prim



Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:


Colunista do dia
Aninha Pazinatto

Coluna Papo de Piá

Coluna Papo de Piá

Coluna Papo de Piá


Direito & Cidadania

Direito & Cidadania

Direito & Cidadania




Mais lidas
Defesa do consumidor: Qualidade dos brinquedos

Defesa do consumidor: Qualidade dos brinquedos

Uma das dicas é "compre sempre nas lojas tradicionais em vendas de brinquedos"


Silvia Bonk é homenageada na Câmara de Vereadores

Silvia Bonk é homenageada na Câmara de Vereadores

Solenidade movimentou São José dos Pinhais


Meu purê com bacon crocante!

Meu purê com bacon crocante!

Ao som de Clapton


Arquitetura e design inspiram obras de nova exposição no MAA

Arquitetura e design inspiram obras de nova exposição no MAA

Abertura da exposição “Reformulações” de Adriana Córdova acontece dia 14 de dezembro


Baquetas Alba lança novo modelo da  "Premium Select"

Baquetas Alba lança novo modelo da "Premium Select"

Baqueta "Premium Select" 5AB é a nova aposta para quem busca a pegada certa


Festa de lançamento do CD “O Manifesto Da Canção” + Clipe “Pra Você Saber” De Tacy De Campos em Curitiba

Festa de lançamento do CD “O Manifesto Da Canção” + Clipe “Pra Você Saber” De Tacy De Campos em Curitiba

A compositora Tacy de Campos, intérprete de Cássia Eller no musical que rodou o Brasil, mostra a disparidade de seu som autoral e lança o primeiro disco da carreira em sua cidade natal




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.