Sexta, 22 de fevereiro de 2019, 00:00 h - Atualizado em 22/02, 00:00 h

Crescimento orgânico e inorgânico – qual é o mais seguro para sua empresa

Especialista esclarece sobre o tema apresentando as principais vantagens dos dois modelos de crescimento

Daiana Barasa:Empreendedorismo
Autor: Daiana Barasa
O conteúdo desta matéria é de total responsabilidade do autor.
Foto: Divulgação (Google Imagem)

Ao abrir um negócio todo empreendedor almeja o sucesso e crescimento da empresa no mercado. O crescimento orgânico é o modelo de avanço mais comum, podemos dizer que é o formato tradicional de expandir a empresa por meio de estratégias internas e de um bom plano de negócios.

Para esclarecer algumas dúvidas o consultor de negócios, Adriano Nodari, fala sobre as vantagens do crescimento orgânico de uma empresa, como ele ocorre. Saiba também o que é o crescimento inorgânico, exemplos de empresas que seguem esse formato e como analisá-lo no mercado.

Vantagens do crescimento orgânico

O crescimento orgânico ocorre de forma gradativa e vai exigir habilidade do gestor e um planejamento alinhado aos objetivos do negócio. Esse modelo inicia-se através de práticas internas, não há necessidade de investimentos externos arriscados, como aquisições e dívidas.

O seu crescimento se dá de forma lenta ao compararmos com as empresas inorgânicas, porém é um avanço sólido e seguro. Um exemplo de negócio com crescimento orgânico é o Walmart.

O consultor empresarial ressalta que não existe um modelo mais adequado do que o outro. O ideal é que ambos os tipos de crescimento possam estar abertos como uma oportunidade de negócio.

“Tanto o modelo orgânico, como o inorgânico apresentam as suas vantagens no mercado. Temos de levar em conta o plano de negócios da empresa, objetivos e a partir disso avaliar se é vantagem permanecer num formato tradicional ou partir para disrupção”, pontua.

As principais vantagens do crescimento orgânico são:
1.      Diante dos bons resultados, ou seja, crescimento das operações, receitas e lucros, sinaliza que a empresa está com crescimento sólido e com foco no plano de negócios;

2.      Do ponto de vista de interesse por parte dos investidores, as empresas com crescimento orgânico sugerem maior segurança e estabilidade, pois permanece em crescimento, porém sem a necessidade de dívidas ou investimentos arriscados;

3.      O empresário que opta pelo crescimento orgânico e alcança bons resultados, não necessariamente vai realizar fusões ou se endividar comprando outras empresas, mas pode vender o seu negócio no futuro, se assim preferir;

De acordo com Nodari embora exista vantagens e desvantagens de ambos os lados é inevitável descartar a necessidade do crescimento orgânico em toda empresa.

“A partir do crescimento orgânico é que torna viável ou não partir para modelos mais disruptivos. O inorgânico, embora não seja centralizado numa única gestão, também vai exigir experiência e um plano de negócios flexível ao formato”, diz.

Desvantagens do crescimento orgânico para as empresas

Partimos do ponto em que todo crescimento é válido e positivo. No entanto, o crescimento orgânico pode apresentar algumas desvantagens, principalmente se o empresário quiser expandir sem barreiras além da concorrência e das limitações do fluxo de caixa da empresa.

Um dos maiores dilemas do ambiente empresarial é manter o fluxo de caixa positivo a ponto de arcar com todos os pagamentos e ainda utilizar de recursos para inovação – muitos deles vão exigir investimento financeiro.

“O crescimento orgânico é mais lento e possui algumas limitações que podem divergir se o objetivo do empresário for crescimento a curto ou médio, prazo, por exemplo”, explica o consultor.

O que é o crescimento inorgânico nas empresas?

Maiores chances de responder às expectativas do mercado e do consumidor, é uma frase que resume a ação das empresas que seguem o crescimento inorgânico, um bom exemplo é a Coca-Cola.

O objetivo das empresas que adotam o crescimento inorgânico é adquirir novas empresas através de aquisições com intuito de expandir os seus produtos e serviços a atender a um mercado maior.

Embora pareça muito interessante um formato que traz liberdade ao empresário, vai exigir um trabalho árduo dos gestores e controle máximo sobre as despesas ao integrar uma empresa à outra.

“O modelo de crescimento inorgânico requer muita experiência do empresário sobre novos investimentos. Não podemos esquecer de que o mercado é muito volátil. Altos investimentos no momento focados no interesse do público, pode em pouco tempo mudar totalmente”, alerta.

Vantagens do crescimento inorgânico:

1.      Maior possibilidade de expansão e adquirir novos mercados com foco no interesse do consumidor;

2.      Crescimento a curto ou médio prazo e linha de crédito fortalecida por unir duas empresas;

3.      A tendência acompanha as transformações geradas pela tecnologia no ambiente dos negócios e novos modelos de gestão disruptivos.

Mantenha o crescimento orgânico e inorgânico – Entenda a razão

O consultor empresarial explica que cada modelo de expansão se faz necessário para o negócio, a grande sacada é acioná-lo no momento oportuno e jamais abrir mão de um planejamento consolidado e análise de mercado.

“Não é vantagem, por exemplo, para o investidor apostar numa empresa que investiu em crescimento inorgânico e expansão de mercado se o crescimento interno e orgânico está em declínio, o que mascara problemas”, sinaliza.

Nodari reforça que o ideal é que ambos os formatos estejam muito bem estabelecidos para que tanto o crescimento orgânico como inorgânico possam ser representados positivamente frente ao mercado e aos possíveis investidores.



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Julio Borges

Julio Borges

Artes Marciais


Tiomkim

Tiomkim

Coluna Tiomkim




Mais lidas
Com mais de 350 espetáculos e 2.100 artistas, Fringe 2019 se mantém como uma das principais vitrines do teatro no Brasil

Com mais de 350 espetáculos e 2.100 artistas, Fringe 2019 se mantém como uma das principais vitrines do teatro no Brasil

Evento do Festival de Curitiba, aberto e sem curadoria, o Fringe atrai companhias profissionais voluntárias de todas as partes do País, bem como internacionais.


ROUBAR  – ATIVIDADE EM ALTA

ROUBAR – ATIVIDADE EM ALTA

Todos se perguntam o porque a violência e os assaltos aumentam a cada dia.


Abertura do Festival de Curitiba terá estreia nacional do espetáculo francês “Aquele que Cai (Celui qui Tombe)”

Abertura do Festival de Curitiba terá estreia nacional do espetáculo francês “Aquele que Cai (Celui qui Tombe)”

O espetáculo inédito do premiado coreógrafo, bailarino e acrobata francês Yoann Bourgeois fará parte da abertura do maior evento de artes cênicas do país.


Paul McCartney: ingressos esgotados em Curitiba

Paul McCartney: ingressos esgotados em Curitiba

stão esgotados os ingressos o show de Paul McCartney em Curitiba, dia 30 de março, no Estádio Couto Pereira.


5 projetos que são a cara do outono

5 projetos que são a cara do outono

Conheça 5 projetos que agregam conforto aos ambientes


Instituição curitibana oferece curso de iluminação para ambientes

Instituição curitibana oferece curso de iluminação para ambientes

O Light Design do Centro Europeu vai capacitar profissionais para um dos segmentos que mais cresce na arquitetura e decoração




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)