Quinta, 08 de novembro de 2018, 13:52 h - Atualizado em 08/11, 13:53 h

Crimes contra a honra e redes sociais.

* Por Leila Carla Leprevost

Direito & Cidadania :De Bem com a Vida
Autor: Redação
Foto: Divulgação.

Que erga a mão quem nunca presenciou um debate acalorado com falta de respeito, um xingamento ou mesmo a divulgação de mentiras nas redes sociais.

Hoje em dia, a comunicação e interação das pessoas através das redes é ampla, irrestrita e muito rápida.

A circunstância de se estar por trás de uma tela pode dar a falsa impressão de que o individuo está protegido para dizer tudo o que deseja, sem se preocupar com as consequências.

Mas ao contrário do que se pode pensar, a internet não é um território sem lei, onde se pode fazer o que bem entende.

As mesmas regras e responsabilidades que são impostas às pessoas no mundo real também servem para os comportamentos no mundo virtual.

Logo, todos os atos praticados na internet, podem ter consequências jurídicas.

É muito comum nas redes sociais a prática de crimes contra a honra.

Bom saber que ofensas contra a honra no mundo virtual geram tanto responsabilidade civil, com o dever de indenizar em dinheiro a vítima pelo sofrimento, angústia, vergonha e dor resultantes da humilhação sofrida, bem como responsabilidade penal, com a imposição de pena a quem pratica o ato lesivo.

São crimes contra a honra a injúria, difamação e calúnia.

De forma bastante simplificada, podemos dizer que ocorre injúria com a atribuição de uma qualidade negativa a outra pessoa, são os xingamentos genéricos. Na difamação um fato desonroso, mas que não se caracteriza na lei como crime é imputado à vítima. Já na calúnia, por seu turno, ocorre quando, falsamente, um fato criminoso é atribuído a alguém.

Em qualquer dos casos, a vítima deve tirar print da página e procurar a Delegacia de Policia a fim de fazer o registro da ocorrência. A autoridade policial fará a investigação necessária e dará o encaminhamento do caso à Justiça Criminal. Para ingressar com ação em busca de indenização, a vítima deverá buscar amparo cível.

Apesar do direito de liberdade de expressão, todo excesso praticado nas redes sociais pode ser punido. Moderação e respeito são as palavras chave para se evitar que as ações do mundo virtual virem problemas no mundo físico.



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Cel Costa Filho

Cel Costa Filho

Segurança em Debate


Juliana Saraiva

Juliana Saraiva

Coluna Juliana Saraiva




Mais lidas
Air France: Novo menu à la carte

Air France: Novo menu à la carte

Air France anuncia mais uma nova opção de menu à la carte para as cabines Economy e Premium Economy em voos de longa-distância


FALSO SEQUESTRO – CINEMA

FALSO SEQUESTRO – CINEMA

Destaque da Semana


Carnês do IPTU de 2019 serão distribuídos em fevereiro

Carnês do IPTU de 2019 serão distribuídos em fevereiro

Valores para 2019, o IPTU deste ano teve seus valores corrigidos em 4,44%


Colônia Marcelino: no próximo domingo (27) tem Festa do Trigo em SJP

Colônia Marcelino: no próximo domingo (27) tem Festa do Trigo em SJP

Festa acontece na Igreja Ucraniana Santíssima Trindade da Colônia Marcelino


Torneio Brasileiro WMC

Torneio Brasileiro WMC

Destaque da Semana


O Bazar Grená que todos amamos.

O Bazar Grená que todos amamos.

Destaque da Semana




Mais notícias desta categoria


6 TRUQUES STYLING DE FASHIONISTAS

6 TRUQUES STYLING DE FASHIONISTAS

Destaques da semana

Sexta, 18 de janeiro de 2019, 10:08 h

Christiane Delfrate e Guilherme Ebbers renovam votos

Christiane Delfrate e Guilherme Ebbers renovam...

Destaques da semana

Sexta, 18 de janeiro de 2019, 10:03 h

Sommerfest e Festa Pomerana na rota do turismo catarinense em janeiro

Sommerfest e Festa Pomerana na rota do turismo...

Destaques da semana

Sexta, 18 de janeiro de 2019, 00:00 h


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)