Quinta, 09 de novembro de 2017, 00:00 h - Atualizado em 09/11, 14:00 h

Dicas para adaptar a casa e deixar confortável para o seu bicho de estimação

Eles também exigem cuidado, atenção e responsabilidade.


Redação: De Bem com a Vida


Foto: Pixabay

Ter um animal de estimação pode fazer muito bem para uma casa e as pessoas que nela vivem. Os bichinhos são engraçados, alegres, fazem companhia e divertem o ambiente. São os principais companheiros de quem, por exemplo, mora sozinho. Mas nem tudo é festa. Eles também exigem cuidado, atenção e responsabilidade. É possível que sua casa ou apartamento precise de adaptações para deixar os moradores de quatro patas mais confortáveis e bem alojados. Elas variam de acordo com o tipo, tamanho, raça e temperamento do animal, mas algumas dicas servem para todos. Ensinamos você a como permitir a esses camaradas melhores acomodações em imóveis em Curitiba.

 

Segurança acima de tudo

Principalmente se você mora em apartamento, a primeira medida é instalar telas de proteção em sacadas e janelas, para evitar que cães e gatos (principalmente gatos) saltem para fora. É bom lembrar que a lenda de que gatos têm sete vidas é apenas isso, uma lenda, e uma queda de qualquer altura pode ser fatal, ou pelo menos machucar bastante o seu bichinho – e ninguém quer isso.

 

Se você vive em casas em Curitiba, cerque o quintal com grades, muros ou telas que impeçam os pets de sair para a rua desacompanhados. Gatos são campeões nas tentativas de dar uma “escapadinha” para ver o movimento, mas definitivamente ziguezaguear entre os carros não é seguro para eles.

 

No caso de a casa ter piscina, também é importante cercá-la, de modo a impedir que os bichos tenham acesso sem supervisão. Embora cães e gatos geralmente saibam nadar, o melhor é prevenir.

 

Existem ainda rampas específicas que podem ser instaladas nas bordas de piscinas, e que servem para que cães e gatos possam sair da água mais tranquilamente no caso de uma queda acidental.

 

Tenha a certeza de sempre deixar armários com alimentos e produtos de limpeza bem trancados. Existem raças que tem a tendência de mastigar e roer qualquer coisa que estiver pela frente. E a propósito: nunca deixe o seu par de sapatos favorito no meio da sala.

 

Eles querem o seu próprio espaço

Eleja um espaço fixo onde o seu bichinho possa descansar e ter privacidade. Lá, devem ficar sua cama e as tigelas usadas para ele se alimentar e beber água. Esse local deve ser separado de outro, aquele destinado às necessidades fisiológicas. No caso de gatos, caixas de areia resolvem o problema. Procure deixá-las em varandas ou sacadas, para evitar a disseminação de odores pelo imóvel. Tapetes descartáveis higiênicos são o mais indicado para os cães.

 

Se o imóvel permitir, o ideal é a construção de um canil para os cachorros. O abrigo deve obedecer a determinadas especificações, que dependem de características do animal como tamanho e nível de atividade física.

 

Mas isso é mais fácil para quem mora em casas que dispõem de quintal. Se você vive em apartamento, talvez possa reservar um quarto exclusivamente para o seu pet, onde ele tenha espaço e liberdade para distrair-se com seus brinquedos.

 

Gatos gostam de ver o ambiente de cima. Por isso, procure posicionar estrategicamente prateleiras ou estantes onde eles possam se instalar confortavelmente no alto, e não esqueça de providenciar degraus para que eles acessem essas “camas suspensas” mais facilmente.

 

Coloque ainda prateleiras em janelas, para que os bichanos tenham alguma maneira de ver a rua. Como os humanos, eles curtem admirar a paisagem. Mas atenção: em hipótese alguma faça isso antes de instalar as telas de proteção.

 

Cuidado com a decoração

Animais de estimação costumam ser espevitados. Mesmo gatos, que são ágeis e silenciosos, podem vez ou outra derrubar alguma coisa. No caso dos cães de grande porte, a situação piora: com um único movimento de calda eles ocasionalmente causam uma bagunça, sem falar no risco de se machucarem.

 

Por isso, evite deixar bibelôs ou qualquer objeto de louça frágil, cortante ou pontiagudo ao alcance deles. Tapetes escorregadios não são aconselháveis. Um cão muito animado com uma brincadeira pode escorregar e bater contra um móvel ou uma parede. Se quiser chamar a atenção do dono, também pode fazer xixi sobre o tapete ou carpete, o que é desagradável.

 

Nas paredes, prefira tintas com acabamento acetinado, que são mais fáceis de limpar, caso o seu bichinho decida colocar uma impressão digital nelas.

 

O ideal é que plantas não fiquem ao alcance dos pets. Mas, se você fizer mesmo questão de enfeitar a mesinha de centro, certifique-se de que a espécie não é venenosa.

 

Nos sofás e estofados, coloque capas de proteção. Isso evita que os móveis sejam arranhados ou fiquem manchados caso eventualmente os bichinhos urinem neles.

 

Os gatos, especialmente, gostam de arranhar. Por isso, compre um arranhador para eles. É importante para a saúde física e mental do pet, e pode poupar o seu sofá de estragos maiores.

 

Mude de lar sem estressar o seu bichinho

Se uma mudança de casa ou apartamento pode causar apreensão e ansiedade em humanos, a mesma coisa acontece com os animais de estimação. Em um ambiente estranho, eles podem ficar nervosos e adotar atitudes que não tinham antes, como fazer suas necessidades em lugares inapropriados ou latir em demasia, incomodando os vizinhos.

 

Faça o máximo possível para minimizar o estranhamento. Tente manter a rotina do seu animal, com os mesmos horários para alimentação, passeios, brincadeiras e sonecas. Se o novo lar tem mais luz ou barulho do que o antigo, isso também pode ter reflexos sobre o compartimento do seu companheiro. Acostume-o aos poucos. Use cortinas e no início tente diminuir o nível do barulho mantendo as janelas fechadas.

 

Em uma mudança, é importante que você mantenha à volta do animal objetos familiares. Nada de comprar novos presentes para ele, achando que vai agradar. Deixe à disposição do pet as mesmas tigelas e brinquedos de que ele dispunha no lar antigo.

 

No mais, seja paciente e amoroso, mas evite que o bichinho fique grudado em você o tempo todo. Na nova casa, ele precisa adquirir independência.



Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:


Colunista do dia
Amanda Lyra

Amanda Lyra

Clave do som


Guilherme Danelhuk

Guilherme Danelhuk

Guilherme Danelhuk


Vera Rosa

Vera Rosa

Gastronomia com Vera Rosa




Mais lidas
 Paulinho Mixaria anuncia gravação de DVD em Curitiba

Paulinho Mixaria anuncia gravação de DVD em Curitiba

Os causos do divertido gaúcho, serão registrados durante a tradicional apresentação de fim de ano, no Teatro Positivo.


Mal do século: a diabetes e seus malefícios

Mal do século: a diabetes e seus malefícios

Não existe apenas uma causa para a diabetes, muito pelo contrário, existem diversos fatores que colaboram com as possibilidades de contrair


5º Congresso Paranaense de Cidades Digitais em SJP tem Inscrições Gratuitas para Servidores Públicos

5º Congresso Paranaense de Cidades Digitais em SJP tem Inscrições Gratuitas para Servidores Públicos

A principal característica do evento é a troca de informações e experiências de sucesso


Ética e regras claras como padrão

Natal: Presenteie com livros que trazem belas mensagens para a criançada

Natal: Presenteie com livros que trazem belas mensagens para a criançada

Salamandra selecionou obras com ricas ilustrações e recém-lançadas pela editora


Quedas na terceira idade podem ser mais do que acasos

Quedas na terceira idade podem ser mais do que acasos

Muito comum em idosos, a doença se torna clinicamente perceptível e suas consequências começam a incomodar no dia a dia




Mais notícias desta categoria


As irmãs Camila Victoria e Luana Thais

As irmãs Camila Victoria e Luana Thais

Destaque da semana

Sábado, 18 de novembro de 2017, 00:00 h

O suporte técnico de TI e os desafios do dia a dia

O suporte técnico de TI e os desafios do dia a dia

*Por Evandro Luiz Yurk Vizinoni

Sábado, 18 de novembro de 2017, 00:00 h

Reinauguração da Clinica Magrass

Reinauguração da Clinica Magrass

Confira os tratamentos e como funcionam!

Sexta, 17 de novembro de 2017, 11:50 h


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.