Terça, 29 de janeiro de 2019, 19:44 h - Atualizado em 31/01, 18:47 h

Gilrs Rock Camp - Uma semana de acampamento pra levar pra vida toda

Conheça o projeto que empodera meninas de 7 à 17 anos que aprendem à tocar instrumentos, formam suas bandas e aprendem a compor.

Amanda Lyra:Cultura
Autor: Redação
Pimenta Azul: Eu de produtora ao lado de Lis Claudia com as meninas que nos escolheram como mentoras.  Sophie (guitarra), Carla (vocal), Malu (Baixo), Gabriela (teclado), Gica (guitarra) e Gabi (bateria) se transformaram na banda All Stars
Pimenta Azul: Eu de produtora ao lado de Lis Claudia com as meninas que nos escolheram como mentoras. Sophie (guitarra), Carla (vocal), Malu (Baixo), Gabriela (teclado), Gica (guitarra) e Gabi (bateria) se transformaram na banda All Stars - Foto: Jéssica Carsoli

Normalmente não uso a Coluna Clave do Som para assuntos pessoais, mas essa pauta não é só profissional. É uma experiência que gostaria de dividir com meus leitores da forma mais intensa possível.

Então, me permitam contar sobre uma semana pra mudar a vida inteira...

 

Luana Angreves é conhecida para os leitores, pois é uma das colaboradoras mais assíduas, tendo vários textos publicados aqui. Quando a Luana manda um texto, eu já sei que é coisa boa e quando ela mandou a matéria de divulgação sobre o Girls Rock Camp, eu me empolguei só de ver. Ela sugeriu que eu me inscrevesse de voluntária e eu não resisto à um belo projeto voluntário, lá fui eu...

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas no palco, pessoas tocando instrumentos musicais e violão

O Girls Rock Camp começou em Portland e veio pro Brasil há alguns anos. Em Curitiba, aconteceu sua segunda edição que apresenta para as campistas um universo onde a lei é "A gente pode, a gente faz", meninas de 7 à 17 anos escolhem qual instrumento gostariam de tocar: bateria, baixo, teclado, guitarra ou ser vocalista, montam uma banda, aprendem a tocar, compõe uma música, tem aula de defesa pessoal, de história de mulheres na música, de composição, de imagem, entre tantas outras atividades que acrescentam não só a parte intelectual mas também estimulam a sororidade e companheirismo.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas no palco e pessoas tocando instrumentos musicais

Me voluntariei para dar oficina de composição e para produção. O treinamento aconteceu no fim de semana anterior à semana do Camp e lá encontrei quase 70 mulheres de todas as áreas como voluntárias como professoras, instrutoras de oficina, como cozinheiras, como roadies, fotógrafas, cinegrafistas e simplesmente como apoio. 

Apoio, essa palavra diz muito sobre o que é vivenciado no GRC, simplesmente mulheres apoiando outras, meninas apoiando outras, gerando uma energia que nem um raio supera (nem o raio que fez a luz cair no 4ª dia e assustou todas nós).

No primeiro dia do GRC as campistas conhecem as voluntárias e escolhem a equipe (uma produtora e uma empresária) que será responsável por guiar a equipe que se transformará em uma banda que ao longo da semana ganhará um nome escolhido pelas meninas em comum acordo, depois decidem qual será a logo e dão início à composição da música que será apresentada no show do sábado seguinte.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Eu e Kaíla ministramos a oficina de composição, onde ajudamos as meninas à criarem suas primeiras músicas, que falavam de solidariedade, protesto, atitude e muio rock'n'roll.

Na hora do almoço, que por sinal trazia um cardápio vegano, curtimos shows incríveis de mulheres inspiradoras, incluindo o show das Jaguatiricas (banda formada no primeiro ano de Camp na cidade) e da renomada banda Mulamba.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas no palco

As Jaguatiricas fizeram todo mundo dançar.

A imagem pode conter: 4 pessoasE no show da Mulamba, rolou até participações especiais.

Todos os dias era cantado o hino do Camp, com direito à coreografia e ao longo da semana, as campistas acabavam subindo no palco para cantar, tocar e dançar.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas no palco e pessoas em pé

 

Um lugar onde mulheres e meninas têm voz ativa e podem ser quem quiserem.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

Para saber mais sobre o Gilrs Rock Camp, ser voluntária, ou inscrever uma campista, entre o site: http://www.girlsrockcampcuritiba.org

 

Veja mais fotos de como foi o Camp e o show que rolou no Basement Cultural no útlimo sábado (26)

A imagem pode conter: 1 pessoa, tocando um instrumento musical e área interna

A imagem pode conter: 1 pessoa, no palco, tocando um instrumento musical e violão

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo

A imagem pode conter: 1 pessoa, no palco, show, noite e área interna

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, área interna

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas no palco, pessoas tocando instrumentos musicais, show e noite

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, multidão

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo

Sei o quanto eu aprendi em uma semana, quanto amor eu vivenciei e ano que vem estarei lá de novo. Essa foto demonstra exatamente como foi para nós, voluntárias... um abraço bem apertado de almas.



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Aninha Pazinatto

Jorge Marcondes

Jorge Marcondes

Coluna Papo de Piá




Mais lidas
O resgate de uma cerveja genuinamente Paranaense

O resgate de uma cerveja genuinamente Paranaense

Conheça mais sobre a primeira cerveja paranaense


Especialistas de SC participam de  evento dedicado a saúde da população transgênera em NYC

Primeiro Villa Harry Potter acontece neste sábado (16) em Curitiba

Primeiro Villa Harry Potter acontece neste sábado (16) em Curitiba

A magia vai invadir o espaço neste sábado! Vai ter Chapéu Seletor, caça ao pomo de ouro, quiz, aula de feitiços, quadribol de mesa, contação de histórias, sorteios de brindes e concurso de cosplay


Próxima parada: Ópera de Arame

Próxima parada: Ópera de Arame

10 motivos pra você conhecer o projeto Vale da Música


Curitiba recebe festival inédito de rap com Emicida e Rael

Curitiba recebe festival inédito de rap com Emicida e Rael

Evento acontecerá em um novo espaço de eventos da capital paranaense e os ingressos estão à venda a partir de R$56


Prefeitura abre inscrições para o concurso público da saúde 2019

Prefeitura abre inscrições para o concurso público da saúde 2019

Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio das secretarias de Saúde e de Administração e Recursos Humanos, abriu a inscrições para concur




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)