Quinta, 22 de fevereiro de 2018, 16:22 h - Atualizado em 22/02, 16:28 h

INTERVENÇÃO FEDERAL NO RIO DE JANEIRO E “WAR MACHINE”

Por Dr. Fabiano Rosa


Direito & Cidadania : Cidades


Foto: Divulgação.

No dia 16/02/18 o presidente assinou o decreto de intervenção federal na segurança pública no estado do Rio de Janeiro. Substitui-se o Governador Pezão (MDB) pelo general do Exército Walter Souza Braga Netto, que comandará toda a segurança pública do Estado, envolvendo Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Sistema Carcerário. A medida tem previsão na Constituição Federal.

A questão sobre se “vai dar certo” ou não tomou conta das redações dos jornais, redes sociais, e até das discussões das ruas. E a vida imita a arte. No Netflix está disponível o filme “War Machine” ou máquina de guerra, que fala da invasão americana Afeganistão. Chama a atenção o fato de que os EUA mandam alguns de seus principais chefes militares ao Afeganistão com alguns objetivos específicos, após 11 de setembro. Contudo até mesmo os generais – passado o frisson inicial da retaliação - tinham dificuldade de explicar o que efetivamente estariam fazendo lá. No filme o general Glen Mcmahon (Brad Pitt) pediu ao presidente “tropas” para cumprir sua missão. Obama forneceu tropas mas por tempo determinado. O General ficou furioso pois alegou que bastaria que os inimigos aguardassem para, cessada a intervenção, retomar os territórios, restando tudo como antes. O final do filme não será mencionado em respeito aos que quiserem eventualmente assisti-lo.

A Intervenção no Rio é por tempo determinado até 31 de dezembro. E não há dúvida de que o Comandante das Forças Militares – tal como no filme - é um general da mais alta respeitabilidade. Mas também é certo que as Forças Militares brasileiras não existem nem foram treinadas para atuar na segurança pública interna do país. E não é uma Intervenção decidida sem maior Planejamento que vai salvar a situação da segurança pública do Rio, Estado que ocupa apenas o 10º lugar no ranking brasileiro da violência (https://exame.abril.com.br/brasil/os-estados-mais-violentos-do-brasil-3/ - Exame). E como a intervenção federal deve durar até o final do ano bastam as ratazanas do crime, inclusive infiltrados nas forças policiais, aguardarem a retirada dos militares (pois ela precisa ocorrer e tem prazo determinado) para que tudo retorne como antes.

Nos moldes de War Machine, apesar da Intervenção ser irrefletida e desfocada, nos primeiros momentos vai gerar boas imagens e sensação de segurança à população vitimizada do Rio. Mas cobrará um preço cuja monta conheceremos nos próximos meses. Nos parece que a Intervenção Federal está mais para dar estabilidade em momento preparatório das Eleições e, se a situação se estabilizar no Rio - para onde todos os olhares estão voltados - quiçá isto possa auxiliar um pouco a melhorar a imagem presidencial e dos candidatos por ele apoiados. O remédio deve mascarar a febre por algum tempo mas o antibiótico ou o remédio apropriado não será ministrado. No filme uma das questões mais difíceis foi encontrar uma “saída honrosa” para a retirada militar. Na vida isto será um problema para depois das Eleições.

(Fabiano da Rosa, Especialista e Mestre em Direito, Sócio do Da Rosa, Leprevost e Mayer Advogados, e-mail: fabiano@dlmadvogados.com.br)


Autor:

5a8f18a93d1167728dd1230a profile original

Dr. Fabiano da Rosa

Especialista e Mestre em Direito, Sócio do Da Rosa, Leprevost e Mayer Advogados, e-mail: fabiano@dlmadvogados.com.br


Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:


Colunista do dia
Amanda Lyra

Amanda Lyra

Clave do som


História&Talento

História&Talento

História e Talento




Mais lidas
 Você é o que come!

Você é o que come!

Nossas escolhas alimentares podem modificar nossa estrutura genética


Banda Pallets é escolhida para integrar o line do Festival Coolritiba

Banda Pallets é escolhida para integrar o line do Festival Coolritiba

Com mais de 8.400 votos a banda foi escolhida para tocar no palco Arnica Cultural no festival


Direito dos empregados.

Direito dos empregados.

Rescisão Indireta.


CINTO DE SEGURANÇA e TRIÂNGULO - COMO USAR?

 Festa Beneficente vai destinar fundos ao Setor de Queimados do Hospital Evangélico

Festa Beneficente vai destinar fundos ao Setor de Queimados do Hospital Evangélico

Convites já estão à venda. Festa acontecerá um evento de pré-inauguração da 25ª edição da CasaCor Paraná, mostra de arquitetura e decoração.


Som D’Luna lança seu primeiro CD apostando na renovação da música popular brasileira

Som D’Luna lança seu primeiro CD apostando na renovação da música popular brasileira

.Gravado em João Pessoa, com lançamento nas plataformas digitais e em formato físico, “NESSE TREM” reúne composições e arranjos dos gêmeos paraibanos Vitor e Diogo Luna




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.