Terça, 11 de julho de 2017, 00:00 h - Atualizado em 11/07, 14:27 h

O chocolate pode ajudar seu cérebro a trabalhar melhor?

Estudo recente mostra resultados promissores na relação cacau e saúde cerebral




Foto: Divulgação.

Costuma-se brincar que “uma dieta equilibrada é ter chocolate em ambas as mãos”. O curioso é que a frase pode realmente abrigar alguma verdade: o cacau é uma rica fonte de flavonóides, uma classe de compostos naturais que tem efeitos neuroprotetores.

Em uma recentíssima revisão publicada em Frontiers in Nutrition, pesquisadores italianos examinaram a literatura disponível sobre os efeitos da administração aguda e crônica de flavonóides de cacau. O objetivo era descobrir: o que acontece com o cérebro até algumas horas depois de ingerir flavonóides de cacau e o que acontece quando sustentamos uma dieta enriquecida com eles por um longo período de tempo?

Embora existam poucos estudos a respeito desse efeito, a maioria deles aponta para um efeito benéfico no desempenho cognitivo. Os participantes mostraram, entre outros, melhorias no desempenho da memória de trabalho e melhoramento do processamento de informações visuais depois de terem consumido o cacau. E para as mulheres, comer cacau após uma noite de privação total de sono efetivamente neutralizou a deficiência cognitiva (ou seja, menos precisão na realização de tarefas) que tal noite traz. Resultados promissores para pessoas que sofrem de privação crônica do sono ou turnos de trabalho.

Deve notar-se, no entanto, que os efeitos dependeram da magnitude dos testes cognitivos utilizados para medir o efeito do consumo agudo de cacau. Em adultos jovens e saudáveis, por exemplo, um teste cognitivo altamente exigente foi necessário para descobrir os efeitos comportamentais imediatos sutis que os flavonóides têm nesse grupo.

Os efeitos da ingestão em longo prazo de flavonóides de cacau (variando de cinco dias até três meses) foram investigados em indivíduos idosos. Acontece que, para eles, o desempenho cognitivo foi melhorado pela ingestão diária. Fatores como atenção, velocidade de processamento, memória de trabalho e fluência verbal foram muito afetados. Esses efeitos foram, no entanto, mais pronunciados em adultos mais velhos com declínio de memória inicial ou outras deficiências cognitivas leves.

E este foi exatamente o resultado mais inesperado e promissor de acordo com os autores. Ele sugere o potencial do cacau para proteger a cognição em populações vulneráveis ​​ao longo do tempo, melhorando o desempenho cognitivo. Em adição, os flavonóides têm efeitos benéficos para a saúde cardiovascular e podem aumentar o volume sanguíneo cerebral. 

Então, o cacau deve se tornar um suplemento dietético para melhorar nossa cognição? A ingestão regular de cacau e chocolate pode, de fato, proporcionar efeitos benéficos sobre o funcionamento cognitivo ao longo do tempo. No entanto, existem potenciais efeitos colaterais de comer cacau e chocolate de forma abusiva. Estas são geralmente ligadas ao valor calórico do chocolate, alguns compostos químicos inerentes do cacau (como cafeína e teobromina), e uma variedade de aditivos que adicionamos ao chocolate, como açúcar ou leite. Porém, ao optar por chocolate rico em cacau (acima de 60%), garantimos cada vez mais os efeitos protetores desejados. A saída, portanto, é a escolha do chocolate que devemos consumir.

Mesmo que seja um pedacinho em cada mão.

 

Fonte de pesquisa: Frontiers. "Cocoa and chocolate are not just treats -- they are good for your cognition: Cocoa can be seen as a dietary supplement to protect human cognition and can counteract different types of cognitive decline." ScienceDaily, 29 June 2017




Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:


Colunista do dia
Aninha Pazinatto

Coluna Papo de Piá

Coluna Papo de Piá

Coluna Papo de Piá




Mais lidas
Precisamos falar sobre Fake News

Precisamos falar sobre Fake News

A irresponsabilidade de disseminar boatos pela internet pode nos custar caro


Ser Só

Ser Só

Poesia de Tacy de Campos




Mais notícias desta categoria


Ser Só

Ser Só

Poesia de Tacy de Campos

Quinta, 24 de maio de 2018, 16:27 h



Deixa o povo amar como e quem quiser

Deixa o povo amar como e quem quiser

Uma carta contra o preconceito

Domingo, 20 de maio de 2018, 00:29 h

Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.