Sábado, 17 de fevereiro de 2018, 00:00 h - Atualizado em 17/02, 00:00 h

"O Manifesto da Terra do Quase" é disponibilizado para dowload gratuito

O compositor e dramaturgo Elian Woidello disponibilizou o texto na íntegra de seu ensaio "O Manifesto da Terra do Quase

Autor: Amanda Lyra
O conteúdo desta matéria é de total responsabilidade do autor.
Foto: Divulgação.

O cantor, compositor e dramaturgo Elian Woidello disponibilizou na última quarta-feira (14), o texto na íntegra de seu ensaio "O Manifesto da Terra do Quase" para donwload gratuito na internet.

Segundo o artista, o texto é resultado de uma profunda observação das relações culturais de Curitiba e do sul do mundo (cone sul). "A terra do quase fala da necessidade que temos em reconstruir toda manhã aquilo que foi destruído por nós mesmos na noite anterior, aquilo que Charly Garcia chamou do 'Karma de Viver ao Sul', por isso meu ensaio não se trata de uma estética, ou um movimento, apenas uma constatação de minhas observâncias".

No texto Woidello aplica uma profunda crítica de costumes e tradições em paralelo com algumas experiências pessoais. O músico afirma que  a terra do quase é um lugar onde quase faz calor, quase faz frio, as pessoas quase são europeias e quase são africanas, e por isso, os artistas quase fazem sucesso. Segundo Elian o texto foi escrito enquanto ele escutava artistas de referência do sul (Blindagem, Engenho, Almondegas, Seru Giran) e foi inspirado em filósofos como Gilles Deleuze e Foucalt. 

O ensaio também é bem duro com o mito da cidade modelo que é algo presente no cotidiano de Curitiba, de maneira enfática o cantor fala da incapacidade do curitibano em poder ser por si só, precisando criar míticas como a imigração ou de ser uma cidade de primeiro mundo.

O Manifesto da Terra do Quase está disponível para dowload aqui: https://issuu.com/woidello/docs/manifesto_da_terra_do_quase_elian_w

 

Mais sobre Elian Woidello 

Elian aprendeu tocar piano sozinho e desde cedo se interessava por artes e ciências humanas, fazia pesquisas e fomentação de movimentos artísticos com apenas 13 anos de idade, começou a trabalhar como professor de música e língua espanhola. Autodidata, desenvolveu metodologias para aprender línguas e aprendeu alguns instrumentos musicais sozinho.

Foto: Divulgação.

Músico e compositor de renome no Mercosul e no exterior, Woidello produziu um trabalho de pesquisa das identidades urbanas e a influência nas mídias sonoras sobre elas. No trabalho, analisou o meio urbano curitibano valendo-se da esfera radiofônica e o conceito de paisagens sonoras urbanas, como consequência desse trabalho produziu o primeiro podcast do sul do Brasil sobre essa temática, e também foi produtor do documentário radiofônico “Além da Borboleta 13”.

É também dramaturgo, produtor cinematográfico e produtor cultural. Desenvolve palestras no qual se vale do conhecimento em música, jornalismo e semiótica para aplicação de uma reflexão profunda entre os meios vividos. Produtor do curta “Ponta da Pita” em 2011”, já escreveu trilhas para o projeto Geração Futura da Fundação Roberto Marinho, no inter-programa “Pinhão o Retorno” de Duran Sodré e Mayara Locatelli. Tem experiência na área de Comunicação, colaborou na fundação do jornal A Cena em Curitiba, jornal de âmbito cultural.

Após a gravação do álbum “Eu Mando Noticias” lançado com Vinicius Manhães em 2015, zarpou para Buenos Aires onde mergulhou de cabeça na música contemporânea de lá com sujeitos como Hilda Lizarasu, Fito Paez e Charly Garcia. Elian começou a notar similaridades nos hábitos e costumes de lá com o seu lugar de origem, foi quando começou a compor temas que visitassem a uma estética que mesclasse gêneros do cinema, artes plásticas e música com uma referência direta aos cinemas policiais da década de 1950 nos E.U.A. estava criado o embrião temático do “Manifesto da Terra do Quase”.

O piano se torna parceiro indispensável de Woidello que está à frente de uma banda formada por guitarra, baixo, bateria e teclados, as canções quase a totalidade colocam o rock emparelhado com a MPB e a música tradicional.

 

Serviço:

Facebook - @Woidello

Instagram - @elwoidello

https://m.soundcloud.com/woidello
https://www.numberonemusic.com/elianwoidello

Assessoria de Imprensa VRCom Comunicação



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
História&Talento

História&Talento

História e Talento


Vera Rosa

Vera Rosa

Coluna Vera Rosa




Mais lidas
Cozinha Brasil -  Oficina: aproveitamento integral dos alimentos

Cozinha Brasil - Oficina: aproveitamento integral dos alimentos

Na próxima quarta-feira, dia 26, o Centro Cultural Sesi Heitor Stockler De França recebe uma oficina de aproveitamento integral dos alimento


 Festival de Teatro de Pinhais terá início na próxima segunda-feira (24)

Festival de Teatro de Pinhais terá início na próxima segunda-feira (24)

Estão envolvidos nas montagens mais de 450 artistas. As apresentações seguirão até o dia 6 de outubro


Teatro Casa da Árvore apresenta ‘A Galinha Pim-Pim’

Teatro Casa da Árvore apresenta ‘A Galinha Pim-Pim’

A peça conta a história da ave que se mete nas mais inusitadas aventuras para salvar seu filhote


Depois do sucesso internacional GMeyer chega ao Brasil com força total

Depois do sucesso internacional GMeyer chega ao Brasil com força total

Em nova fase com músicas em português, o jovem compositor brasileiro apresenta à nova geração hits que mesclam o hip hop com o ritmo quente de seu país natal


Espetáculo Cazuza "Daqui Até A Eternidade" em Curitiba

Espetáculo Cazuza "Daqui Até A Eternidade" em Curitiba

O show acontece no próximo dia 27 de setembro, quinta-feira no Teatro Guairinha. Ingressos já à venda.


A escola cervejeira alemã

A escola cervejeira alemã

Este é o segundo texto da série, sobre as escolas cervejeiras.




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)