Sábado, 02 de dezembro de 2017, 09:26 h - Atualizado em 02/12, 09:37 h

Prêmio Jabuti 2017

Literatura brasileira


Marcos Silva: Cultura


Foto: Divulgação.

A Câmara Brasileira do Livro, fundada em 20 de setembro de 1946, tem como objetivo  ampliar o mercado editorial brasileiro através de promoção de ações para difundir e estimular a leitura. A entidade representa editores, livreiros e agentes que atuam na comercialização e edição de livros.

Como forma de valorização de escritores, editores, ilustradores, gráficos e livreiros que mais se destacam, a cada ano a entidade promove desde 1959 o Prêmio Jabuti, considerado o maior e mais completo prêmio do livro no Brasil. Todos os anos, editoras dos mais diversos segmentos e escritores independentes de todo o Brasil inscrevem suas obras. De início premiava  apenas sete categorias: Literatura, Capa, Ilustração, Editor do Ano, Gráfico do Ano, Livreiro do Ano e Personalidade Literária. Foi evoluindo durante sua história. Em 2015, o Prêmio inovou com a inclusão da categoria Infantil Digital, que abrange conteúdos para o público infantil combinados a elementos multimídia interativos. Neste mesmo ano foi criado o projeto “Jabuti entre Autores e Leitores” com o objetivo de promover encontros com os ganhadores do prêmio de edições anteriores em bibliotecas, livrarias, universidades e eventos literários nacionais.

Atualmente, são contempladas todas as esferas envolvidas na criação e produção de um livro, passando pela Adaptação, Ilustração, Capa, Projeto Gráfico e Tradução, além das categorias tradicionais como Romance, Contos e Crônicas, Poesia, Reportagem, Biografia e Livro Infantil. A partir de 2017, o Prêmio Jabuti passa a contemplar duas novas categorias: Histórias em Quadrinhos e Livro Brasileiro Publicado no Exterior.

O Nome da premiação foi inspirado na obra de Monteiro lobato e no ambiente cultural e político da época, influenciado, sobretudo, pelo modernismo e nacionalismo, pela valorização da cultura popular brasileira, nas raízes indígenas e africanas, nas suas figuras míticas, símbolos seculares carregados de sabedoria e experiência de vida e legados de uma geração à outra. Sílvio Romero, Mário de Andrade, Monteiro Lobato e Luís da Câmara Cascudo, entre o final do século XIX e o início do século XX, foram pioneiros na pesquisa, no estudo e na divulgação dessa rica cultura popular. Conforme divulga a entidade.

Na edição de 2017 do 59º Prêmio Jabuti os vencedores foram escolhidos entre mais de 2.346 obras inscritas, por um júri de especialistas indicado pelo mercado editorial. A cerimônia de entrega aconteceu dia 30 de novembro, no Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer. Os primeiros colocados, das 29 categorias que compõem o prêmio, receberam o troféu Jabuti e R$ 3,5 mil; também os vencedores dos segundos e terceiros lugares ganharam o troféu. Também premiados os vencedores do Livro do Ano – Ficção e Livro do Ano – Não Ficção. Contemplados, individualmente, com o prêmio de R$ 35 mil, além da estatueta dourada. Nesta edição, a escritora Ruth Rocha (Marcelo, Marmelo, Martelo; O Reizinho Mandão; O Menino que Aprendeu a Ver, etc...) será homenageada com o prêmio “Personalidade Literária” pelo conjunto de sua obra e contribuição à formação de gerações de leitores.

Como livro do ano de Não Ficção Magda Soares recebeu o prêmio pelo livro “Alfabetização: A Questão dos métodos” e na categoria Ficção o escritor mineiro Silviano Santiago ganhou o prêmio Livro do Ano por “Machado”, ficção histórica que reconstitui os últimos momentos da vida de Machado de Assis. Para a categoria Romance, a mesma de Silviano, o Paranaense Cristóvão Tezza ficou em segundo lugar com “A tradutora”, e Maria Valéria Rezende em terceiro com “Outros cantos”, 

Em poesia, a vencedora foi Simone Brantes com “Quase todas as noites”. Em segundo “A palavra algo”, de Luci Collin e terceiro lugar “Identidade”, de Daniel Francoy.

Na categoria Contos e Crônicas, Verônica Stigger em primeiro lugar por “Sur”. Segundo lugar para ‘Se for pra chorar que seja de alegria’, de Ignácio de Loyola Brandão, e terceiro lugar “Caixa Rubem Braga”, reunião de crônicas do capixaba organizadas por André Seffrin, Bernardo Buarque de Hollanda e Carlos Didier.

A publicação independente Castanha do Pará, de Gidalti Oliveira Moura Júnior, ganhou o primeiro lugar em Quadrinhos. O livro narra a história de um menino na periferia de Belém, cidade que inspira o trabalho do professor e artista Gidalti.

Na categoria Infantil primeiro lugar para “Drufs” de Eva Furnari. Segundo lugar para “Se eu fosse... Um bicho, uma planta ou até um objeto, minha vida seria muito diferente” de Luisa Massarani, e “A boca da noite” de Cristino Wapichana em terceiro.

Juvenil com “Dentro de mim ninguém entra” de José Castello, “Vozes ancestrais” de Daniel Munduruku, e “O caderno da avó Clara” de Susana Ventura, teve os  primeiro, segundo e terceiro lugares respectivamente.

O projeto “Kidsbook Itaú Criança” que reúne vários autores (Marcelo Rubens Paiva e Alexandre Rampazo, Luis Fernando Verissimo e Willian Santiago, Fernanda Takai e Ina Carolina, Adriana Carranca e Brunna Mancuso, Antonio Prata e Caio Bucaretchi) em plataforma para diversos aplicativos, inclusive celular (smartphone), foi o vencedor da categoria Livro digital infantil.

 

Veja abaixo a lista dos vencedores:

 

Romance

1º Lugar - Título: Machado – Autor(a): Silviano Santiago – Editora: Companhia das Letras

2º Lugar - Título: A tradutora – Autor(a): Cristovão Tezza – Editora: Record

3º Lugar - Título: Outros cantos – Autor(a): Maria Valéria Rezende – Editora: Companhia das Letras

 

Poesia

1º Lugar - Título: Quase todas as noites – Autor(a): Simone Brantes – Editora: 7letras

2º Lugar - Título: A palavra algo – Autor(a): Luci Collin – Editora: Iluminuras

3º Lugar - Título: Identidade – Autor(a): Daniel Francoy – Editora: Urutau

 

Contos e crônicas

1º Lugar - Título: Sul – Autor(a): Veronica Stigger – Editora: Editora 34

2º Lugar - Título: Se for pra chorar que seja de alegria – Autor(a): Ignácio de Loyola Brandão – Editora: Global

3º Lugar - Título: Caixa Rubem Braga - Crônicas – Autor(a): Rubem Braga (autor), André Seffrin, Bernardo Buarque de Hollanda, Carlos Didier (organização) – Editora: Autêntica

 

Biografia

1º Lugar - Título: Caio Prado Júnior: Uma biografia política – Autor(a): Luiz Bernardo Pericás – Editora: Boitempo

2º Lugar - Título: Xica da Silva: a Cinderela negra – Autor(a): Ana Miranda – Editora: Record

3º Lugar - Título: Enquanto houver champanhe, há esperança: Uma biografia de Zózimo Barrozo do Amaral – Autor(a): Joaquim Ferreira dos Santos – Editora: Intrínseca

 

Ilustração

1º Lugar - Título: Knispel: Retrospectiva 1950-2015 – Ilustrador(a): Gershon Knispel – Editora: Editora Maayanot

2º Lugar - Título: Outras meninas – Ilustrador(a): Manu Cunhas – Editora: Independente

3º Lugar - Título: Rio sketchbook – Ilustrador(a): Eduardo Bajzek – Editora: Marte Cultura e Educação

 

Ilustração de livro infantil ou juvenil

1º Lugar - Título: Adélia – Ilustrador(a): Jean-Claude Alphen – Editora: Editora Pulo do Gato

2º Lugar - Título: Teleco, o coelhinho – Ilustrador(a): Odilon Moraes – Editora: Editora Positivo

3º Lugar - Título: Nuno e as coisas incríveis – Ilustrador(a): Andre Neves – Editora: Jujuba Editora

 

Histórias em quadrinhos

1º Lugar - Título: Castanha do Pará – Autor(a): Gidalti Oliveira Moura Júnior – Editora: Publicação Independente

2º Lugar - Título: Hinário nacional – Autor(a): Marcello Quintanilha – Editora: Veneta

3º Lugar - Título: Quadrinhos dos anos 10 – Autor(a): André Dahmer – Editora: Companhia das Letras

 

Infantil

1º Lugar - Título: Drufs – Autor(a): Eva Furnari – Editora: Editora Moderna

2º Lugar - Título: Se eu fosse... Um bicho, uma planta ou até um objeto, minha vida seria muito diferente. – Autor(a): Luisa Massarani – Editora: Publifolha Editora: Selo Publifolhinha

3º Lugar - Título: A boca da noite – Autor(a): Cristino Wapichana – Editora: Zit Editora (Meneghetti's Gráfica e Editora)

 

Juvenil

1º Lugar - Título: Dentro de mim ninguém entra – Autor(a): José Castello – Editora: Berlendis & Vertechia

2º Lugar - Título: Vozes ancestrais – Autor(a): Daniel Munduruku – Editora: FTD Educação

3º Lugar - Título: O caderno da avó Clara – Autor(a): Susana Ventura – Editora: SESI-SP Editora

 

Infantil digital

1º Lugar - Título: Kidsbook Itaú Criança – Autor(a): Marcelo Rubens Paiva e Alexandre Rampazo, Luis Fernando Verissimo e Willian Santiago, Fernanda Takai e Ina Carolina, Adriana Carranca e Brunna Mancuso, Antonio Prata e Caio Bucaretchi – Editora: Agência Africa

2º Lugar - Título: Nautilus - Baseado na obra original de Jules Verne: Vinte mil léguas submarinas – Autor(a): Maurício Boff e Fernando Tangi (ilustrador) – Editora: Storymax

3º Lugar - Título: Quanto bumbum! – Autor(a): Isabel Malzoni (texto) e Cecilia Esteves (arte) – Editora: Editora Caixote/Webcore

 

Livro brasileiro publicado no exterior

1º Lugar - Título: A cup of rage – Autor(a): Raduan Nassar – Editora: Penguin Random House Uk – Editora Internacional: Penguin Random House Uk

2º Lugar - Título: Enigmas of spring – Autor(a): João Almino – Editora: Dalkey Archive Press – Editora Internacional: Dalkey Archive Press

3º Lugar - Título: Mijn duitse broer – Autor(a): Chico Buarque – Editora: Penguin Random House Uk – Editora Internacional: De Bezige Bij

 

Arquitetura, urbanismo, artes e fotografia

1º Lugar - Título: A modernidade impressa: Artistas ilustradores da livraria do Globo - Porto Alegre – Autor(a): Paula Ramos – Editora: Editora da UFRGS

2º Lugar - Título: Millôr: obra gráfica – Autor(a): Cássio Loredano, Julia Kovensky e Paulo Roberto Pires – Editora: IMS

3º Lugar - Título: Lentes da memória: A descoberta da fotografia de Alberto de Sampaio (1888-1930) – Autor(a): Adriana Martins Pereira – Editora: Bazar do Tempo

 

Capa

1º Lugar - Título: História da teoria da arquitetura – Capista: Casa Rex / Gustavo Piqueira – Editora: Editora da Universidade de São Paulo

2º Lugar - Título: Millôr: obra gráfica – Capista: Celso Longo e Daniel Trench – Editora: IMS

3º Lugar - Título: Diário de Francisco Brennand: O nome do livro e o nome do outro – Capista: Flavio Flock – Editora: Inquietude Brennand Fortes Produções Culturais

 

Ciências da natureza, meio ambiente e matemática

1º Lugar - Título: A espiral da morte – Autor(a): Claudio Angelo – Editora: Companhia das Letras

2º Lugar - Título: A simples beleza do inesperado – Autor(a): Marcelo Gleiser – Editora: Record

3º Lugar - Título: Os cientistas da minha formação – Autor(a): Mario Novello – Editora: Editora Livraria da Física

 

Ciências humanas

1º Lugar - Título: A nervura do real II – Autor(a): Marilena Chaui – Editora: Companhia das Letras

2º Lugar - Título: A radiografia do golpe: entenda como e por que você foi enganado – Autor(a): Jessé Souza – Editora: Leya

3º Lugar - Título: A tentação fascista no Brasil: Imaginário de dirigentes e militantes integralistas – Autor(a): Hélgio Trindade – Editora: Editora da UFRGS

 

Comunicação

1º Lugar - Título: Manual de editoração e estilo – Autor(a): Plinio Martins Filho – Editora: Editora da Unicamp

2º Lugar - Título: Bota o retrato do velho outra vez: a campanha presidencial de 1950 na imprensa do Rio de Janeiro – Autor(a): Luís Ricardo Araujo da Costa – Editora: Paco Editorial

3º Lugar - Título: Todos os monstros da terra. Bestiários do cinema e da literatura – Autor(a): Adriano Messias – Editora: EDUC - Editora da PUC-SP / FAPESP

 

Didático e paradidático

1º Lugar - Título: África e Brasil história e cultura – Autor(a): Eduardo D'Amorim – Editora: FTD Educação

2º Lugar - Título: Com os pés na África – Autor(a): Sérgio Túlio Caldas – Editora: Editora Moderna

3º Lugar - Título: Terra de Cabinha: Pequeno inventário da vida de meninos e meninas do Sertão – Autor(a): Gabriela Romeu – Editora: Editora Peirópolis

 

Economia, administração, negócios, turismo, hotelaria e lazer

1º Lugar - Título: Finanças públicas – Autor(a): Felipe Salto e Mansueto Almeida – Editora: Editora Record

2º Lugar - Título: A crise fiscal e monetária brasileira – Autor(a): Edmar Bacha – Editora: Civilização brasileira

3º Lugar - Título: Executivos negros: Racismo e diversidade no mundo empresarial – Autor(a): Pedro Jaime – Editora: Editora da Universidade de São Paulo

 

Engenharias, tecnologias e informática

1º Lugar - Título: Nanotecnologia experimental – Autor(a): Henrique Eisi Toma, Delmárcio Gomes da Silva e Ulisses Condomitti – Editora: Editora Blucher

2º Lugar - Título: Acústica de salas - Projeto e modelagem – Autor(a): Eric Brandão – Editora: Editora Blucher

3º Lugar - Título: Introdução à engenharia de produção: Conceitos e casos práticos – Autor(a): Orlando Roque da Silva e Délvio Venanzi – Editora: LTC

 

Tradução

1º Lugar - Título: Conversações com Goethe nos últimos anos de sua vida: 1823-1832 – Tradutor(a): Mário Luiz Frungillo – Editora: Unesp

2º Lugar - Título: Romeu e Julieta – Tradutor(a): José Francisco Botelho – Editora: Companhia das Letras

3º Lugar - Título: Ouça a canção do vento / Pinball, 1973 – Tradutor(a): Rita Kohl – Editora: Companhia das Letras

 

Reportagem e documentário

1º Lugar - Título: Petrobras: Uma história de orgulho e vergonha – Autor(a): Roberta Paduan – Editora: Companhia das Letras

2º Lugar - Título: Nazistas entre nós: A trajetória dos oficiais de Hitler depois da guerra – Autor(a): Marcos Guterman – Editora: Editora Contexto

3º Lugar - Título: O livro dos bichos – Autor(a): Roberto Kaz – Editora: Companhia das Letras

 

Marcos Silva colunista aos sábados -  email: Marcosgeovano@hotmail.com

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade do autor.

Colunas anteriores também aqui: clique



Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:


Colunista do dia
Tacy de Campos

Tacy de Campos

Coluna Tacy de Campos


Vera Rosa

Vera Rosa

Coluna Vera Rosa




Mais lidas
Defesa do consumidor: Qualidade dos brinquedos

Defesa do consumidor: Qualidade dos brinquedos

Uma das dicas é "compre sempre nas lojas tradicionais em vendas de brinquedos"


A cor do ano de 2018

A cor do ano de 2018

Destaque da Semana


Alex Poatan Pereira é campeão do GLORY 49 Rotterdam

Flávia Scanuffo é anfitriã do Kids – O Show que reunirá sete participantes do The Voice Kids Brasil

Flávia Scanuffo é anfitriã do Kids – O Show que reunirá sete participantes do The Voice Kids Brasil

Show acontecerá no grande auditório do Teatro Positivo, dia 18 de março de 2018.


Fofuretes Especial Natal

Fofuretes Especial Natal

Destaque da Semana


Casamento de Jaqueline de Lima Gonçalves e Fabio Bergamo Trevisan



Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.