Segunda, 30 de abril de 2018, 18:53 h - Atualizado em 30/04, 18:54 h

Saiba como produzir um Jardim Sustentável

Engana-se quem considera os jardins sustentáveis viáveis apenas para espaços grandes.




Foto: Divulgação.

*Por Giuliana Flores

O jardim sustentável é um projeto recente no paisagismo, cuja ideia é utilizar espécies nativas e recursos que não agridam o meio ambiente. Eles podem ser implantados em áreas verdes urbanas, sendo elas públicas, particulares, condomínios ou empresas. Optar por esse tipo de jardinagem é uma forma de reservar um tempo para a natureza e, acima de tudo, conservá-la.

Já os convencionais são construídos apenas com objetivo estético. A intenção é disponibilizar uma área bonita, sem levar em consideração a economia dos recursos necessários para seu cultivo, a procedência dos materiais utilizados, adaptação das plantas ao local, entre outros detalhes.

O projeto de um jardim sustentável também leva em conta a estética, mas o importante é oferecer um bom ambiente às plantas e menores impactos possíveis ao meio ambiente. Ao mesmo tempo, a maioria dos materiais utilizados em sua estrutura é reciclada ou reaproveitada e há a economia de recursos naturais, inclusive de água.

Principais características

O solo é utilizado de forma racional, as técnicas de conservação da fertilidade e estrutura são pensadas para mitigar os impactos negativos ao meio ambiente. A escolha da vegetação leva em conta a identidade da flora local e a capacidade de as espécies em reter água da chuva (o que evita alagamentos e outros problemas).

Por serem compostos por vegetações adaptadas à região, os jardins sustentáveis exigem pouca manutenção. Essa característica também proporciona vida longa ao projeto paisagista. A utilização de materiais orgânicos, reciclados e reutilizados oferecem um manejo simples, além da visita constante de pássaros, borboletas e outros insetos.

Faça o seu próprio jardim

Engana-se quem considera os jardins sustentáveis viáveis apenas para espaços grandes. Se você gosta de jardinagem e vive em áreas urbanas, ou em locais reduzidos, pode também cultivar esse pedaço da natureza. Para isso, escolha as plantas nativas ou adaptáveis à região.

Você pode cultivar as espécies em vasos reciclados, pneus, garrafas PET e embalagens, deixand0 o ambiente mais charmoso e criativo. Os materiais também podem ser reutilizados para cuidar do seu cantinho. Reaproveite a água da chuva para regar as suas plantas, pense em um método de irrigação eficiente e que possibilite o armazenamento do líquido. Vale de tudo para gastar o mínimo de recursos energéticos e produzir poucos resíduos.

Para saber mais sobre a Giuliana Flores, conferir lançamentos, opções de presentes e outros produtos disponíveis no catálogo da maior loja virtual do segmento, acesse o site: www.giulianaflores.com.br




Envie o seu comentário


Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:


Colunista do dia
Julio Borges

Julio Borges

Artes Marciais


Tiomkim

Tiomkim

Coluna Tiomkim




Mais lidas
Espetáculo faz homenagem à vida de Carmen Miranda

Espetáculo faz homenagem à vida de Carmen Miranda

“O que é que a Maria tem?” será apresentado nos dias 18 e 19 de maio, às 16h, no Teatro Sesi Portão, com ingressos a partir de R$ 10


Deixa o povo amar como e quem quiser

Deixa o povo amar como e quem quiser

Uma carta contra o preconceito


CASACOR Paraná promove festa de lançamento do Anuário 2018

CASACOR Paraná promove festa de lançamento do Anuário 2018

A edição de 2018 da CASACOR Paraná aborda o tema “Casa Viva”.


Com a chegada do frio, Agência do Trabalhador de SJP abre mais cedo

Com a chegada do frio, Agência do Trabalhador de SJP abre mais cedo

A medida, segundo do diretor da Agência do Trabalhador Vilson Marques, será adotada até o fim do inverno




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016.