Terça, 28 de agosto de 2018, 18:46 h - Atualizado em 28/08, 18:47 h

Simone Mazzer e Fafá de Belém se apresentam juntas pelo Sesi Música em Curitiba

Show “CORPO” marca o lançamento do novo single da atriz e cantora paranaense

Redação:Curitiba
Autor: Redação
Foto:

Foi nos bastidores do programa “Som Brasil” que Simone Mazzer e Fafá de Belém se conheceram. Na ocasião, Fafá se surpreendeu com a performance da cantora paranaense em homenagem às Rainhas do Rádio. Desde então, participações em shows e declarações de admiração mútua têm marcado a amizade entre essas duas artistas consagradas. No dia 1º de setembro, o Sesi Música vai celebrar essa bela parceria realizando o show CORPO no Teatro Sesi Campus da Indústria.

            O show do dia 1º vai celebrar o lançamento do mais novo single de Simone Mazzer. “Minha proposta com este trabalho é refletir sobre o corpo no contexto do mundo em que vivemos: o corpo que ama e que luta, que se expressa e se impõe, se apaixona e se entrega, se rasga e se expõe, se liberta e resiste,  respondendo aos impulsos do coração e da alma, ou quebrando limites e paradigmas”, declara a cantora, que ainda enfatiza: “apesar de o momento não estar para delicadezas, elas podem e devem existir”.

            De acordo com a produção, no repertório do show o público pode esperar inéditas de Adriana Calcanhoto (“Tanto”) e Eduardo Dussek (“Conta marinheiro”, com Luis Carlos Góes) somadas a canções que ficaram conhecidas na voz de Mazzer, como: “Tango do mal” e “Estrela blue” – ambas gravadas no álbum “Férias em Videotape”, de 2015, e que fizeram parte das trilhas das novelas globais “Babilônia” e “Lei do Amor”.

            A participação especial de Fafá de Belém vai abrilhantar ainda mais o show. Conhecida por ser a cantora dos grandes amores, das perdas e dos reencontros, a cantora que emocionou o Brasil com “Nuvem de Lágrimas” se autodefine como uma artista de interpretação passional: “sou um dramalhão. Se a música não me arrepiar e se eu não for personagem da letra, não consigo interpretar”.

            O público pode esperar emoção à flor da pele e a alegria e descontração típicas dessas duas artistas, além de alta qualidade musical resultante de duas grandes vozes, músicos afiados e interpretações impactantes. Segundo Mazzer, o roteiro da apresentação foi desenhado embaralhando hits das duas artistas, com compositores consagrados e contemporâneos.

O show, uma iniciativa do Sesi Cultura Paraná por meio do projeto Sesi Música, inicia às 20h no Teatro Sesi Campus da Indústria. Ingressos podem ser adquiridos a R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia) pelo Diskingressos.

 

SERVIÇO

O SESI MÚSICA APRESENTA:

Simone Mazzer convida Fafá de Belém no show CORPO

Data: 1º de setembro

Hora: às 20h (duração: 60 mim)

Local: Teatro Sesi Campus da Indústria

Endereço: Avenida Comendador Franco, 1341 – Jardim Botânico

Valor: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)

Diskingressos: www.diskingressos.com.br

Classificação: livre

Mais informações: 
www.sesipr.com.br/cultura / | www.facebook.com/sesiculturapr
https://www.facebook.com/events/1745750208880841/

 

SESI CULTURA – Foi em 2008 que a Regional Paraná do Serviço Social da Indústria inaugurou uma área especificamente dedicada ao desenvolvimento de ações culturais ancoradas nas diretrizes previstas na Declaração Universal dos Direitos do Homem, como a diversidade, a pluralidade e a autonomia. Desde então, o Sesi Cultura Paraná tem promovido o acesso à cultura com foco em programas de formação artística e cultural, investindo em processos criativos, formação de plateia para todas as linguagens e na formação e desenvolvimento cultural com vocação local. O Circuito Cultural Sesi, o Festival Sesi Música, os Núcleos Criativos do Sesi, o Zoom Cultural, os Programas Sesi Música, Sesi Arte, Sesi Audiovisual e Sesi Artes Cênicas são exemplos de programas desenvolvidos pela Gestão Cultural do Sesi. De 2008 até 2017, mais de um milhão de espectadores tiveram acesso à cultura por meio de cerca de 8,4 mil ações culturais realizados pelo Sesi Paraná. Todas essas ações sempre tiveram como objetivo o acesso ao bem cultural para o trabalhador da indústria, seus dependentes e para a comunidade de uma forma geral, além da difusão da arte em todas as suas manifestações, valorizando a diversidade e a pluralidade do povo brasileiro.



Seja o primeiro a comentar sobre esta notícia:



Colunista do dia
Aninha Pazinatto

Jorge Marcondes

Jorge Marcondes

Coluna Papo de Piá




Mais lidas
Enfim, as escolas nascentes?

Enfim, as escolas nascentes?

Mais um texto da série especial


Espetáculo "Em casa a gente conversa" traz Cássio Reis e Juliana Knust

Espetáculo "Em casa a gente conversa" traz Cássio Reis e Juliana Knust

Peça aborda problemas rotineiros do casamento em duas apresentações no Teatro Regina Vogue


II Mostra Intermunicipal Mulheres na Ciência: exposições estão abertas

II Mostra Intermunicipal Mulheres na Ciência: exposições estão abertas

É a segunda vez consecutiva que o município de São José dos Pinhais realiza um evento dessa proporção.


Roger Waters: O gênio criativo do Pink Floyd em Curitiba

Roger Waters: O gênio criativo do Pink Floyd em Curitiba

Combinando clássicos do Pink Floyd, algumas canções novas e trabalho solo, o astro britânico desembarca na cidade no próximo dia 27 de outu


Câncer de Pâncreas é na maioria das vezes é diagnosticada de forma tardia

Câncer de Pâncreas é na maioria das vezes é diagnosticada de forma tardia

Por isso apenas 15 a 20% dos pacientes são candidatos à cirurgia com potencial de cura.


Vida de CHICO XAVIER em superprodução musical  “Um Cisco” estreia no Guairão

Vida de CHICO XAVIER em superprodução musical “Um Cisco” estreia no Guairão

A trama se desenvolve numa estação de trem, onde a vida do médium é narrada desde os seus 4 anos de idade até a sua morte, aos 92 anos.




Mais notícias desta categoria


Voltar ao topo©Squarebits Software 2016. (Heroku)