Após protesto prefeitura ouve comerciantes da Rua XV

Comissão formada por comerciantes foi recebida no Salão de Atos da Prefeitura para discutir a reabertura do comércio (Foto: Ademar Marques/PMSJP)

A crise gerada pela pandemia mundial do coronavírus levou comerciantes do centro de São José dos Pinhais a promoverem um manifesto na tarde desta sexta-feira (27) exigindo a reabertura do comércio.

Após carreata pelas ruas da Cidade, uma comissão formada pelos organizadores do movimento foi recebida na Prefeitura pelos secretários municipais; Irapuan Cortes (Trabalho e Emprego), Cláudio Alves (Governo), Fabrício Tambolo (Transporte e Trânsito), Giam Celli (Sictur), Eduardo Foggiatto (Comunicação Social), Áriston Ghidin (PGM) e o coordenador da Guarda Municipal GM-Bissoli.

De acordo com o procurador-geral do Município, Áriston Ghidin, a situação e o momento levaram a administração a tomar medidas enérgicas por meio de Decreto e uma delas foi o fechamento de parte do comércio em função da prevenção. “A maior preocupação do Município foi realmente a saúde e a vida das pessoas, uma vez que com o comércio aberto e a aglomeração das pessoas o risco é iminente, daí a decisão da administração pública de pedir a suspensão das atividades em todos os locais de grande incidência de pessoas. Em momento algum a Prefeitura pensou em prejudicar esse ou aquele empresário ou comerciante”, justificou.

Ainda, segundo o procurador, uma nova reunião foi agendada com a comissão de comerciantes para a próxima terça-feira (31), com a presença do prefeito Toninho Fenelon para discutir a situação. “Até lá, queremos que todos tragam sugestões para que possamos analisar e tomarmos uma decisão que seja excelente para ambas as partes”, concluiu Ghidin.

O empresário Geraldo Mendes, do ramo da construção civil, que mantém mais de 400 funcionários, disse estar otimista com o encontro. “Fomos ouvidos e isso é importante, acredito que nossa reivindicação de voltarmos às atividades comerciais será atendida”, disse. Da mesma forma, o artista plástico Thiago Real, que representou os comerciantes da área central, enalteceu a iniciativa dos demais comerciantes. “Estamos em crise e queremos apenas voltar ao trabalho. Por isso, acreditamos numa decisão positiva da administração”, ressaltou.

O empresário Romildo Mendes, do ramo farmacêutico, disse que foi favorável às medidas de prevenção, porém, sem o fechamento total do comércio na Cidade. “Nossa questão é econômica e social, por isso estamos aqui defendendo os interesses dos nossos funcionários e das nossas próprias famílias, que precisam sobreviver do nosso trabalho”, disse. Participaram ainda do encontro o empresário do ramo gráfico Paulo Sérgio Taborda e comerciantes do bairro Afonso Pena.

Empresário Geraldo Mendes, da construção civil: “Fomos ouvidos e isso é muito importante” (Foto: Ademar Marques/PMSJP)
Empresário Romildo Mendes: Acreditamos no bom senso do Poder Público” (Foto: Ademar Marques/PMSJP)

**

Via: Prefeitura de São José dos Pinhais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui