Campanha do Sebrae ajuda pequenos negócios a reduzirem gastos com energia e aumentarem produtividade

Um conjunto de orientações estará disponível 100% digital para os empresários com informações uteis para aumentar a competitividade do negócio

Fonte: Agência Sebrae de Notícias 

A crise energética que vem preocupando o país e já provocou, nos últimos 12 meses, um reajuste de 21% das tarifas, representa um duro golpe, especialmente para os pequenos negócios. No momento em que a retomada das atividades econômicas, impulsionada pela ampliação da cobertura vacinal, vem recuperando o otimismo dos empreendedores, a elevação dos custos com energia se transforma em uma séria ameaça para a saúde financeira das micro e pequenas empresas (MPE). Uma pesquisa feita pelo Sebrae, em 2019, já mostrava que a conta de energia pode responder por mais de 15% dos custos operacionais desses negócios. Atenta a essa realidade, a instituição lança, neste sábado (9), campanha nacional para orientar os empresários sobre como reduzir seus gastos e aumentar a eficiência energética.

Estudos feitos pela instituição apontam que os segmentos mais diretamente atingidos pela alta das tarifas de energia são aqueles com uso mais intenso de máquinas e equipamentos, como indústria de alimentos frios e bebidas geladas; panificadoras, restaurantes, bares e comércio de alimento perecível; farmácia, UTI home-care, academia, centro de idosos; locais de hospedagem; gráfica, serralheria, marcenaria; lavanderias e indústria da moda em geral. A campanha do Sebrae será 100% digital. Acesse mais informações (https://sebrae.com.br/eficienciaenergetica ).

De acordo com levantamento feito pelo Sebrae, o gasto com energia é o principal custo para 28% das MPE do país. Nesse contexto, o reajuste das tarifas acaba gerando um aumento no preço dos produtos e serviços ao consumidor e uma perda de competitividade. Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, é muito difícil para as empresas suportarem esse aumento. “Em tempos de economia aquecida, repassar esse custo para os clientes já seria complicado, em razão da concorrência. Mas, nesse momento em que as empresas ainda não se recuperaram das perdas provocadas pela pandemia, isso pode ser fatal”, comenta. A saída, segundo Melles, é buscar o aumento da eficiência energética das empresas. “Essa é a principal motivação do Sebrae para essa campanha. Vamos levar informação e orientação aos donos de pequenos negócios para ajudá-los a contornar esse cenário, sendo mais produtivos”, ressalta o presidente do Sebrae.

Confira algumas dicas do Sebrae para aumentar a eficiência energética da empresa

1. Potencialize o uso de luz natural – Instale janelas amplas de vidro.
2. Verifique pontos de desperdício – Com um diagnóstico, você descobre pontos em que se podem fazer adequações, evitando gastos desnecessários.
3. Elabore um programa de eficiência energética – Com auxílio de um especialista, você poderá entender a Melhor forma de reduzir desperdícios.
4. Tenha luz própria – busque informações e implante projetos para geração própria de energia, como a captação de luz solar.
5. A arquitetura é aliada da economia – Fatores como posição do prédio, formato, orientação em relação ao sol, ventilação natural e elementos de sombreamento, reduzem a necessidade de sistemas artificiais e geram grande economia de energia
6. Verifique se a quantidade de luz está adequada – Luz demais pode atrapalhar a atividade, além de consumir energia desnecessariamente, e luz de menos pode trazer problemas de saúde e riscos de acidentes. Consulte a Norma Técnica da ABNT para verificar as necessidades de cada ambiente.
7. Tenha sistemas independentes – Procure sempre dividir o sistema de iluminação em vários circuitos elétricos (interruptores). Assim, será possível desligar parte da iluminação nos locais que não estão sendo usados.
8. Ajuste o ar-condicionado – Para uma climatização mais uniforme do ambiente, o aparelho de ar-condicionado deve ser instalado na parte superior, a pelo menos 1,5 m de altura. A boa regulagem do termostato também ajuda a economizar energia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui