Férias com os avós: vantagens da convivência

Fotos: FreePik

Temporada longe dos pais é uma excelente oportunidade de aprendizado, fortalecimento de laços familiares e reconhecimento de valores e tradições

A folga de fim de ano terminou para muitos pais e, enquanto o ano letivo não começa, as famílias precisam recorrer a estratégias para garantir o entretenimento e o cuidado com as crianças. Uma das opções é a casa dos avós e, segundo especialistas, essa convivência intergeracional pode ser extremamente saudável.

Um estudo britânico estima que, no mundo, o número de avós ultrapasse 1,5 bilhão – superando, pela primeira vez, a quantidade de netos. O Brasil segue essa tendência. Segundo o Censo 2022, o total de pessoas com 65 anos ou mais chegou a 10,9%, alta de 57,4% em relação a 2010. Já o número de crianças com até 14 anos recuou 12,6%.

O envelhecimento da população traz à tona uma série de discussões sobre os direitos dos idosos, etarismo, respeito e empatia. Por isso, as férias longe dos pais são excelentes oportunidades de aprendizado, exercício da tolerância e, é claro, muita diversão.

Outra vantagem é que a convivência entre avós e netos reforça os laços. De acordo com a psicopedagoga Daniela Jungles, o contato das crianças com seus avós durante as férias de verão é importante para ambos.

O principal benefício, diz a professora do curso de Psicologia e supervisora da clínica-escola do UniCuritiba – instituição que integra a Ânima, o maior e mais inovador ecossistema de ensino de qualidade do país – é o fortalecimento do vínculo afetivo.

Outro ponto interessante para os pequenos é a transmissão de valores e tradições. “Os avós têm uma riqueza de experiência e sabedoria acumuladas ao longo dos anos. Esse tempo juntos oferece às crianças a oportunidade de aprender sobre tradições familiares, histórias, habilidades e valores que podem ser transmitidos de geração em geração.”

Além do fortalecimento do vínculo afetivo, a lista de vantagens inclui a criação de memórias afetivas, a formação da identidade e da história de vida das crianças, o desenvolvimento de senso de pertencimento e o estímulo à educação moral e cultural.

Ambiente acolhedor
A professora do UniCuritiba diz que as férias na casa dos avós representam uma pausa na rotina habitual e permitem a vivência de diferentes atividades e ambientes, promovendo uma sensação de novidade e aventura. “Sem falar no ambiente acolhedor da casa dos avós, um lugar onde geralmente as crianças se sentem à vontade para compartilhar preocupações ou emoções”, comenta Daniela.

Para os avós, o convívio com os netos representa uma fonte de atividade social, emocional e contribui para a saúde mental e o bem-estar. De acordo com a psicopedagoga e mestre em Ciências da Educação pela Universidade de Sherbrooke (Canadá), interagir com as crianças, participar de suas atividades e responder às suas perguntas estimula a mente dos avós, proporcionando desafios cognitivos positivos.

Casa dos avós: como gerenciar as regras
As crianças costumam acreditar que a casa dos avós é um campo neutro, sem regras rígidas e livre das ordens dos pais. Essa questão, ensina a professora Daniela Jungles, do curso de Psicologia do UniCuritiba, depende muito da dinâmica familiar, de circunstâncias específicas e das expectativas de ambas as partes.

“É preciso levar em consideração que cada família é única e o que funciona para uma pode não funcionar para outra. É importante avaliar a situação caso a caso, levando em consideração a personalidade da criança, as regras específicas e as circunstâncias”, ensina a especialista.

A chave, finaliza a professora, é a comunicação aberta e o respeito mútuo entre pais e avós. “É possível encontrar um equilíbrio que atenda às necessidades da criança e, ao mesmo tempo, respeite as diferenças entre as duas casas. A dica é manter o foco no bem-estar da criança e na criação de um ambiente familiar seguro e amoroso.”

Sobre o UniCuritiba
Com mais de 70 anos de tradição e excelência, o UniCuritiba é uma instituição de referência para os paranaenses e reconhecido pelo MEC como uma das melhores instituições de ensino superior de Curitiba (PR). Destaca-se por ter um dos melhores cursos de Direito do país, com selo de qualidade OAB Recomenda em todas as suas edições, além de ser referência na área de Relações Internacionais.

Integrante do maior e mais inovador ecossistema de qualidade do Brasil, o Ecossistema Ânima, o UniCuritiba conta com mais de 40 opções de cursos de graduação em todas as áreas do conhecimento, além de cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado.

Possui uma estrutura completa e diferenciada, com mais de 60 laboratórios e professores mestres e doutores com vivência prática e longa experiência profissional. O UniCuritiba tem seu ensino focado na conexão com o mundo do trabalho e com as práticas mais atuais das profissões, estimulando o networking e as vivências multidisciplinares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui